1 evento ao vivo

'Morro de medo que ele volte', diz viúva de Glauco sobre liberdade de assassino

10 ago 2013
09h29
atualizado às 09h41
  • separator
  • 0
  • comentários

A viúva do cartunista Glauco Vilas Boas, morto em março de 2010, junto ao filho Raoni, disse temer por sua segurança após a Justiça autorizar que o assassino de seu marido deixe uma clínica psiquiátrica na qual estava internada e volte a viver em liberdade. "Ele sabe tudo da minha vida, meu telefone, onde moro, o calendário de todos os eventos da igreja (Céu de Maria). Morro de medo que ele volte", disse Beatriz Galvão, 52 anos. Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, o Cadu, 27, recebeu autorização da Justiça na quarta para sair da clínica em Goiás e retornar para a casa dos pais. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Richtofen, seria killer e torturador: veja casos de crime e loucura

A decisão foi dada pela juíza Telma Aparecida Alves, que afirma que Cadu, que sofre de esquizofrenia, está apto a passar para a fase de tratamento ambulatorial. "Lutei tanto com isso. Primeiro para sobreviver à tragédia. Depois para que ele continuasse preso. É um absurdo tão grande que estão condenando as vítimas e libertando o assassino", completa a viúva. Segundo a decisão, uma junta médica da Justiça de Goiás deu parecer favorável à liberação de Cadu.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade