1 evento ao vivo

Homem que matou família é extraditado da Argentina para SP

17 abr 2010
10h48
atualizado em 18/4/2010 às 18h41

Um homem de 39 anos acusado de matar a mulher e a filha de 8 meses foi extraditado na semana passada da Argentina para o Brasil. Segundo a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, Armando Fernandes Pita, o Lilica, foi levado na sexta-feira para a carceragem do 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e fica à disposição da Justiça.

Lilica estava preso na Argentina desde a captura em Mar del Plata, a 400 km ao sul de Buenos Aires. A mulher, Hozana Rodrigues, 33 anos, e a filha dos dois, Sofia, foram mortas em 31 de outubro de 2006. Ele estava vivendo em um complexo de quadras de tênis em Mar del Plata, onde também trabalhava como operário.

O foragido entrou no país vizinho em 27 de maio de 2007 com uma identidade falsa realizou todos os trâmites de residência no país com o nome falso. A pena de Lilica deve chegar a 30 anos de prisão.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade