Polícia

publicidade
04 de março de 2014 • 18h48

GO: modelo que sobreviveu a tiro na cabeça sai da UTI

Com o filho nas costas, modelo Lorrane Melo, 27 anos, levou um tiro na cabeça durante um assalto a sua casa na cidade de Goiânia (GO)
Foto: Facebook / Reprodução
 

A modelo Lorrane Melo, 27 anos, que levou um tiro na cabeça durante um assalto a sua residência em Goiânia (GO), recebeu alta nesta terça-feira da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Segundo a assessoria da instituição, agora ela está internada em um leito da enfermaria e seu estado de saúde é estável.

Segundo os médicos do Hugo, a bala entrou pela cabeça um pouco acima da orelha direita e perfurou lateralmente o crânio, atingindo ossos da face e da mandíbula, além de músculos e pele, e se alojou embaixo da língua. "Foi um milagre. Se fosse alguns centímetros mais à esquerda acho que o desfecho teria sido muito pior", avaliou o diretor do departamento médico, Antonio Guise.

De acordo com Guise, a modelo está consciente, respira sem aparelhos e conversa normalmente. "Ela está com cuidados intensivos por precaução do risco de contaminação e com uso de sedativos por causa da dor", explicou o médico. Ele salientou que ainda é cedo para dizer se Lorrane terá alguma consequência em razão dos ferimentos. "Ela ainda apresenta muitos edemas e inchaço. Precisamos esperar que eles reduzam e só depois poderemos ter um diagnóstico preciso", afirmou. 

O assalto
Lorrane Melo, 27 anos, levou um tiro na cabeça durante um assalto em sua casa em Goiânia (GO) na noite de 27 de fevereiro. Ela, o noivo e o filho de 1 ano estavam saindo de casa por volta de 20h30 quando três assaltantes renderam o casal, que ficou deitado no chão. Os criminosos retiraram a criança do carro e a levaram também para a sala da casa.

Segundo o delegado Glaydson Carvalho, dois assaltantes estavam separando objetos, quando um deles fez um disparo contra a mulher. A criança estava sentada nas costas da mãe no momento em que Lorrane recebeu o tiro na cabeça. As imagens foram captadas por uma câmera de segurança.

Os assaltantes fugiram após o disparo, conseguindo levar parte dos objetos, como celular, joias, relógio e carteira. O autor do tiro deixou seu celular cair durante a fuga, o que possibilitou à polícia obter informações e chegar na casa do criminoso. Ele foi preso na mesma noite do crime, por volta das 23h, segundo o delegado. 

A polícia confirmou o homem detido confessou ter disparado a arma. Os outros dois já foram identificados, mas estão foragidos. Os três já tiveram passagem pela polícia. A criança não foi ferida.

Terra Terra