Polícia

publicidade
26 de agosto de 2011 • 21h29 • atualizado às 21h32

Foragido do Alemão, traficante Marreta é preso no Rio

Acusado de tráfico de drogas, Luís Claudio Machado, o Marreta, 36 anos, foi preso nesta sexta-feira em um apartamento na comunidade Mangueira 2, no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, ele fugiu durante a invasão de forças de segurança ao Complexo do Alemão, em novembro do ano passado.

Segundo o delegado titular da 22ª DP (Penha), José Pedro Costa da Silva, Marreta atualmente controlava o tráfico do Morro Jorge Turco e do Complexo do Lins. Ele também é investigado por envolvimento na invasão do Morro dos Macacos, em 2009, quando um helicóptero da Polícia Militar foi derrubado por traficantes e matou três policiais.

Com Marreta, foram apreendidos cerca de 6 kg de cocaína distribuídos em mais de 5 mil cápsulas. A droga, segundo a polícia, abasteceria o Morro Jorge Turco.

De acordo com a investigação, o traficante estaria tentando reestruturar a facção criminosa que agia no Complexo do Alemão antes da pacificação. Ele estava foragido da Justiça desde 2009.

Ocupação no Rio
O Complexo do Alemão foi ocupado por forças de segurança no dia 28 de novembro de 2010. A tomada do local aconteceu praticamente sem resistência, numa ação conjunta da Polícia Militar, Civil, Federal e Forças Armadas. Três dias antes da operação, a polícia havia assumido o comando da Vila Cruzeiro, na Penha. Ambas as comunidades eram dominadas, até então, pela facção criminosa Comando Vermelho.

As ações foram uma resposta do Estado a uma série de ataques de criminosos nas ruas do Rio de Janeiro. Em uma semana, pelo menos 39 pessoas morreram e mais de 180 veículos foram incendiados. Após as ocupações, foi criada a Força de Pacificação (FPaz), constituída pelo Exército e pelas polícias Civil e Militar, para atuar por tempo indeterminado na região.

Terra