0

Filho adotivo é suspeito de matar bispo e mulher em PE

27 fev 2012
12h31
atualizado às 12h37
Celso Calheiros
Direto do Recife

Um homem de 29 anos é suspeito de matar a facadas os pais adotivos em Olinda, na região metropolitana do Recife. De acordo com as investigações da polícia, o bispo da igreja anglicana Edward Robinson de Barros Cavalcanti, 68 anos, e sua mulher, Miriam Nunes Machado Cotias Cavalcanti, 64 anos, foram mortos por volta das 22h30 de domingo. Eduardo Olímpio Cotias Cavalcanti é o principal suspeito e deve ser indiciado pelos dois crimes.

De acordo com o delegado João Brito, outra filha adotiva do casal informou que Eduardo Olímpio estava agitado e já teria feito ameaças contra ela e outra irmã. Momentos antes de discutir com o pai, o suspeito foi visto amolando uma das cinco facas encontradas com ele após o crime. A briga, de acordo com a irmã, começou na varanda da casa do casal, no bairro de classe média de Bultrins. De acordo com a polícia, o bispo foi morto nesse momento e a mãe teria sido esfaqueada em seguida.

Miriam foi encontrada pela filha caída no chão da sala. Ela pediu socorro na rua e conseguiu que a mãe fosse socorrida e levada para o Hospital Tricentenário. Mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu. O bispo Robinson Cavalcanti foi encontrado já sem vida.

O delegado João Brito acredita que Miriam tenha tentado defender o marido, por causa dos ferimentos na região do tórax. Depois de cometer os crimes, Eduardo Olímpio ingeriu grande quantidade de substâncias químicas, não identificadas pela polícia, e foi levado inconsciente para o Hospital da Restauração, no Derby, região central do Recife.

O suspeito apresentava cortes, mas sem profundidade. De acordo com o hospital, mesmo com estado de saúde estável, ele permanece sedado e respira com a ajuda de aparelhos. Quando tiver alta médica, Eduardo Olímpio será ouvido na 6ª delegacia de polícia, ligada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo os depoimentos obtidos pela polícia, Eduardo Olímpio possui um histórico de agressividade. O delegado João Brito, primeiro chegar à cena do crime, disse que as ocorrências no passado do suspeito indicam as razões do crime. "Ninguém faz uma coisa dessas por causa da droga. Faz porque é violento. Ele já era agressivo antes destes crimes e faria com drogas ou sem", afirmou.

O bispo diocesano Edward Robinson de Barros Cavalcanti era o primeiro religioso da Igreja Episcopal Anglicana no Recife. Ele era formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e em Ciências Sociais pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). O bispo tinha vida acadêmica com passagem pela coordenação de cursos de graduação e pós-graduação na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e na UFPE. Em 1996, chegou a se candidatar a vice-prefeito de Olinda, mas sua chapa não conseguiu número de votos suficientes.

A Igreja Anglicana Diocese do Recife divulgou nota de falecimento comunicando a morte do dom Edward Robinson de Barros Cavalcanti e sua mulher. No texto, agradece a Deus pela vida e devotado ministério. Classifica o bispo como "um profeta e mártir do nosso tempo". O início das cerimônias fúnebres e a data do sepultamento ainda não foram divulgados.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade
publicidade