0

Falsa psicóloga que tratava de crianças autistas é presa no RJ

27 abr 2011
23h27
atualizado às 23h35
  • separator

Uma falsa psicóloga foi presa na tarde desta quarta-feira por policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro. Segundo a polícia, Beatriz Cunha, 32 anos, tratava ilegalmente crianças autistas há 12 anos em uma fundação criada por ela mesma.

As investigações que culminaram na prisão da falsa psicóloga começaram depois de uma denúncia de uma delegada, cujo filho se tratava com a falsária. A policial constatou, através de recibos pedidos para a declaração do Imposto de Renda, que os registros no Conselho de Psicologia eram falsos.

A acusada cobrava R$ 90 por hora de 60 pacientes em tratamento e não tinha diploma de nenhum curso superior. Ela teria confessado ter feito apenas dois períodos do curso de Psicologia e deverá ser indiciada por estelionato, propaganda enganosa e exercício ilegal da profissão.

Veja também:

Bolsonaro já admitiu que Wassef era seu advogado
Fonte: O Dia
publicidade