0

Em 2 dias, polícia prende 16 suspeitos de roubos em SP

28 abr 2011
22h13
atualizado às 22h48
  • separator
  • comentários

Agentes do Grupo Armado de Repressão a Roubos do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) prenderam, em ações realizadas na quarta-feira e quinta-feira, 16 homens suspeitos de envolvimento na articulação e realização de roubos na cidade de São Paulo. As prisões fazem parte da ofensiva realizada pela unidade a modalidades específicas de crimes - roubos em shoppings, condomínios, cargas, saidinha de banco.

No flagrante realizado na noite de quarta-feira, os agentes prenderam nove suspeitos que, segundo a polícia, seriam especializados em roubo de caixas eletrônicos e veículos dos Correios. O grupo teria sido surpreendido enquanto fazia a divisão de uma carga roubada momentos antes.

De acordo com a Polícia, a mercadoria, que incluía joias e telefones celulares, foi roubada de uma van que fazia a coleta de correspondências da agência dos Correios do Shopping Morumbi. As prisões aconteceram na rua dos Cafezais, zona sul da cidade. Junto ao grupo, foram encontrados ainda uma pistola calibre .380 e dois veículos - um Fiat Stilo e um Volkswagen Fox.

Ainda na noite de ontem, na Praia Grande, o Deic prendeu em flagrante um homem de 27 anos. De acordo com a polícia, ele levava uma pistola .40 e um colete à prova de balas. A polícia não informou se ele estava envolvido com a facção criminosa que estava sendo investigada no momento da prisão.

Na terceira ação, na manhã desta quinta, a polícia prendeu seis suspeitos de comporem uma quadrilha especializada em roubo de cargas. O grupo teria envolvimento em pelo menos dez ataques.

As investigações que levaram a prisão do bando começaram há dois meses, após a prisão de dois receptadores e a recuperação de 70 televisores roubados de uma transportadora. Na casa dos indiciados, foram encontrados outros oito televisores, que faziam parte da mesma carga.

Segundo o delegado Nelson Silveira Guimarães, o Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos deverá realizar ações para combater ataques em caixas eletrônicos. "Vamos adequar procedimentos para melhorar a eficácia dos trabalhos", disse o diretor.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade