0

Dramaturgo passa por cirurgia após levar 3 tiros em SP

5 dez 2009
15h36
atualizado às 18h06

O dramaturgo Mario Bortolotto passou por uma cirurgia neste sábado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Segundo o hospital, ele levou três tiros e passou por uma operação com cerca de quatro horas de duração. Duas balas foram retiradas na cirurgia e, até as 17h, Bortolotto permanecia anestesiado. A instituição afirma que seu estado é grave e que ele deve ser transferido nas próximas horas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Mario Bortolotto comparece a apresentação no Rio de Janeiro
Mario Bortolotto comparece a apresentação no Rio de Janeiro
Foto: Arquivo pessoal / Reprodução

Bortolotto e o artista Carlos Carcarah foram baleados durante um assalto na madrugada, na praça Roosevelt, Centro de São Paulo.

Segundo um vigilante que trabalha no Espaço Parlapatões, onde Bortolotto e Carcarah estavam, duas pessoas desconhecidas se aproximaram e o abordaram, conduzindo-o ao andar superior, onde fica o camarim. A dupla roubou o casaco e o molho de chaves do vigilante. Enquanto isso, na entrada do estabelecimento, havia mais dois homens.

O vigilante ouviu disparos vindos do andar inferior e quando desceu encontrou as duas vítimas baleadas. O bando fugiu levando o paletó e o molho de chaves.

Bortolotto, nascido em 1962, é autor, diretor e ator. Atualmente, dirige um texto de sua autoria, Brutal, em cartaz no Espaço Parlapatões, localizado na praça Roosevelt.

Já Carcarah foi levado ao hospital Sírio Libanês e passou por um procedimento cirúrgico para retirada dos projéteis. De acordo com a assessoria do hospital, o músico passa bem. As primeiras informações dão conta de que ele foi baleado na perna.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade