0

Brasileiros são presos em Israel suspeitos de tráfico de drogas

3 nov 2010
18h28
atualizado às 20h53
Gabriel Toueg
Direto de Tel Aviv

Três turistas brasileiros foram detidos pela polícia israelense em Tel Aviv na madrugada da última terça-feira por suspeita de tráfico de drogas. Lilian Lichewitz, 27 anos, e os pais dela, Victor, 74 anos, e Elza, 61 anos, de São Paulo, foram presos quando estavam embarcando em um avião no aeroporto Ben Gurion, momentos antes da decolagem.

A polícia prendeu os brasileiros depois de receber uma denúncia de um funcionário de um hotel de Tel Aviv. De acordo com a polícia, uma mala foi entregue a ele por Lilian Lichewitz, contendo "chocolates, doces e cerca de 1,2 kg de haxixe". Segundo a imprensa local, a droga valeria "dezenas de milhares de shekels", a moeda israelense. A operação foi realizada em conjunto com a Interpol e a Inteligência Israelense.

Em um vídeo da polícia publicado no YouTube, é possível ver a droga oculta entre os chocolates e doces, todos de fabricação israelense. O funcionário do hotel disse aos policiais que a mala teria sido entregue a ele como "agradecimento aos serviços prestados".

Sem contato


Segundo funcionários da Embaixada do Brasil em Tel Aviv, os três suspeitos detidos estão incomunicáveis. Um juiz israelense determinou que eles permanecessem presos na cidade por mais três dias, a partir desta quarta-feira.

Um pedido formal foi encaminhado à polícia para que diplomatas brasileiros pudessem visitá-los na prisão ou ter algum contato telefônico. A Embaixada espera receber uma resposta na quinta-feira.

Ainda de acordo com funcionários da Embaixada, os brasileiros foram submetidos a interrogatório separadamente. Informações na imprensa israelense dão conta de que as versões dos três não coincidiam. Lilian alegou que trouxe uma encomenda enviada por alguém que a procurou pelo site Facebook, mas que a mala "surgiu misteriosamente" entre seus pertences no hotel.

Cocaína na bagagem


Em julho deste ano, dois judeus ortodoxos brasileiros, de 20 e 21 anos, foram presos em Israel sob suspeita de tentar contrabandear cocaína. A droga, de acordo com a polícia, valeria cerca de US$ 1 milhão no país. Dez kg foram encontrados na bagagem dos brasileiros, que a polícia estava seguindo para identificar os fornecedores.

Veja também:

Fonte: Especial para Terra
publicidade