Polícia

publicidade
22 de novembro de 2011 • 03h49 • atualizado às 15h18

Ação da PF e da PRF faz maior apreensão de crack do ano no RS

Ao todo, foram encontrados 95,9 kg de crack em um caminhão
Foto: PF / Divulgação

Uma operação conjunta entre agentes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na maior apreensão de crack do ano no Rio Grande do Sul. Os policiais localizaram, na noite de segunda-feira, 95,9 kg de crack escondidos entre alimentos transportados por um caminhão abordado em Camaquã.

A apreensão foi resultado de um trabalho de inteligência conjunta entre diversas unidades da PF, que identificaram a rota de entrada no Rio Grande do Sul do caminhão suspeito, com placas de Medianeira (PR).

Agentes da PF e da PRF passaram a rastrear o veículo dentro do território gaúcho, considerando que todos os postos da PRF localizados no Estado foram avisados e receberam dados do veículo suspeito.

Ao ser questionado pelos policiais diante do flagrante de tráfico de drogas, o motorista do caminhão, um paranaense de 30 anos sem antecedentes criminais, disse que receberia R$ 15 mil para servir como "mula", levando a droga de Medianeira até Porto Alegre. O motorista, entretanto, se negou a identificar os nomes dos remetentes e receptadores da droga. Ele foi conduzido à Superintendência da Polícia Federal durante a madrugada, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, com pena de 5 a 15 anos, e levado posteriormente ao Presídio Central.

Terra