0

Prefeito do Rio tenta desencorajar protestos durante a Jornada

Eduardo Paes disse que Papa Francisco não tem relação com causas das manifestações

16 jul 2013
14h52
atualizado às 15h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Movimentos sociais já se organizam para fazer protestos durante a vinda do Papa Francisco ao Brasil. Mas, nesta terça-feira, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, tentou desencorajar os manifestantes. “Nós vivemos numa democracia, as pessoas têm o direito de se manifestar. Não é o meu papel influenciar na decisão das pessoas de protestar ou não. Mas o Papa Francisco não tem nada a ver com os pecados dos políticos brasileiros, a não ser pra perdoá-los. O bom é que as autoridades deixassem de cometê-los a partir da vinda dele. Só chamo atenção para isso”, disse o prefeito.

saiba mais

Ele continuou a dar conselhos para os prováveis manifestantes. “Não sei se o Papa tem algo a ver com os R$ 0,20, com a corrupção ou com quantos dias os deputados trabalham. Papa é a representação da fé, do valor cristão, de tudo que devia nos unir”, afirmou Eduardo Paes.

Pelo menos um protesto contra a Igreja Católica já está confirmado. No dia 27 de agosto, quando o Papa Francisco estará reunido com os jovens para a vigília em Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro, está programada a Marcha das Vadias. A concentração ocorre no posto 5, em Copacabana, e às 16h os manifestantes devem se caminhar para o posto 2, no Leme. 

Papa Francisco no Brasil
Com um público estimado em 1,5 milhão de pessoas, a Jornada Mundial da Juventude 2013 ocorre entre os dias 23 e 28 de julho, no Rio de Janeiro. O evento, realizado a cada dois ou três anos, promove um encontro internacional de jovens católicos o Papa. A última edição da JMJ ocorreu em 2011, em Madri, na Espanha, e reuniu cerca de 2 milhões de pessoas, de mais de 190 países.

O evento marca também a primeira grande visita internacional do papa Francisco desde sua nomeação como líder máximo da Igreja Católica, em 13 de março desde ano. O Pontífice chega ao Rio de Janeiro na tarde do dia 22 de julho, com retorno a Roma previsto para o dia 28. Sua agenda no Brasil contempla a visita à comunidade de Varginha, no complexo de Manguinhos, na zona norte do Rio, e ao Hospital São Francisco de Assis. Além disso, terá um encontro com a sociedade no Theatro Municipal, no centro da cidade, e ao Santuário de Aparecida, em São Paulo. O ponto alto fica por conta de duas grandes celebrações na praia de Copacabana, na zona sul do Rio, nos dias 25 e 26.

vc e o papa
Você conheceu os papas João Paulo II ou Bento XVI? Vai participar da Jornada Mundial da Juventude no Rio ou tentar encontrar com o Papa Francisco em Aparecida? Participe do vc repórter e envie seus relatos, fotos ou vídeos com os papas para o Terra.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade