4 eventos ao vivo

Organização da Jornada Mundial se diz despreocupada com protestos

Padre Renato Martins, do comitê organizador, espera “dias maravilhosos” durante o evento religioso que deve receber dois milhões de peregrinos

27 jun 2013
13h27
atualizado às 14h08
  • separator
  • comentários

A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que ocorre entre os dias 22 e 28 de julho, no Rio de Janeiro, se mostrou despreocupada com a onda de manifestações que percorrem o país desde o início do mês. Para os organizadores do evento religioso, que deve reunir a expressiva soma de 2 milhões de peregrinos na capital fluminense, o povo é livre para se manifestar e o papa Francisco, em sua primeira viagem internacional, não passará por nenhum tipo de constrangimento, muito menos terá a sua segurança ameaçada. 

Francisco faz carinho em bebê ao chegar para a audiência na Praça São Pedro
Francisco faz carinho em bebê ao chegar para a audiência na Praça São Pedro
Foto: AP

"A Jornada vai acontecer e temos toda a certeza e garantia. Eu sou muito otimista. Creio que, com a presença do papa Francisco, todos vão perceber que ele é um peregrino do amor”, explicou o padre Renato Martins, diretor do comitê organizador do megaevento católico, em entrevista coletiva aos jornalistas para explicar os Atos Centrais da JMJ, um detalhamento das atrações que participarão dos atos em Copacabana, na zona sul, e Guaratiba, na zona oeste. 

“A mensagem que ele vem trazer é de paz, e de respeito. A atmosfera do Rio vai mudar com a presença dele. Tenho certeza que serão dias maravilhosos", complementou o padre, que se mostra bastante seguro para o esquema de segurança a ser montado para o pontífice, que terá agenda bastante extensa no Rio de Janeiro, inclusive com uma visita a uma favela. 

Durante a realização da Copa das Confederações, em seis cidades brasileiras, as manifestações de revolta com a organização do torneio e com o gasto de dinheiro público para a construção das arenas, gerou nos bastidores a notícia de que a Fifa estaria cogitando o cancelamento das partidas semifinais e final. A entidade negou, posteriormente, o que classificou de boato, mas os protestos foram violentos nos arredores dos estádios. Dois ônibus da própria Fifa, por exemplo, em Recife, foram alvo de alguns ativistas, que arremessaram pedras  nos veículos em frente ao hotel da Fifa, na capital pernambucana. 

“Todos têm o direito de manifestar suas opiniões e filosofias, e a igreja não quer calar vozes. Isso é inevitável que aconteça, já que teremos gente do mundo inteiro, além de chefes de estado. A parte de segurança está sendo muito bem cuidada. Não estamos preocupados”, reforçou o dirigente. 

Confira abaixo o passo a passo da Jornada Mundial da Juventude 2013, junto com as atrações: 

Missa de abertura - 23/07
Ponto de partida da JMJ, a missa de abertura será o único evento que não contará com a presença do papa Francisco. A cerimônia será comandada pela arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta e ocorrerá na praia de Copacabana, na zona sul da capital fluminense. 

Junto ao palco montado na areia da praia mais famosa do Brasil, a partir das 15h, DJ's católicos animarão o público, junto com a banda Missionário de Shalom, os cantores Suely Façanha, Davidson Silva, Cristiano Ribeiro, Ana Gabriela, Rodrigo Ferreira, dentre outras atrações. 

Às 18h, Dom Orani recebe no palco a Cruz Peregrina, símbolo máximo do evento católico, além do ícone de Nossa Senhora. "É um momento de muita emoção para quem participa da Jornada", explicou o diretor artístico Maurício Tavares. Ambos os monumentos estão no Brasil desde 2011 e já passaram por cerca de 250 dioceses de todos os estados brasileiros. Os cantores, além do Coral Carioca JMJ, interpretarão a canção "Emanuel" no evento que deve se estender, aproximadamente, até às 23h.

Papa em Copacabana - 25/07
O papa Francisco chega ao Rio de Janeiro na segunda-feira, 22 de julho. Após ser recepcionado pelo prefeito Eduardo Paes, pelo governador Sérgio Cabral e pela presidente da República, Dilma Rousseff, o líder da igreja católica vai no dia 24/07 ao Santuário Nacional de Aparecida do Norte, no interior de São Paulo. Somente na quinta-feira é que ele integrará a agenda da JMJ. 

Na Cerimônia de Acolhida, como o evento é chamado e que terá início às 14h com atrações musicais nacionais como a banda Rosa de Saron, e internacionais como Matt Mahhner, Judy Bailey, Tony Melendez, dentre outros, o papa Francisco será recebido por volta de 17h. O pontífice chegará de helicóptero até a o Forte de Copacabana e, no papa móvel, andará pela avenida Atlântica até o palco onde será recepcionado pelo arcebispo Dom Orani Tempesta. O padre Fábio de Mello cantará a música "Seja Bem-Vindo", de sua autoria. 

A partir deste momento, uma série de apresentações culturais montadas especificamente para o papa será executadas no palco, como por exemplo, o Círio de Nazaré, interpretado na música tema pela cantora Fafá de Belém. "Estou emocionada de fazer parte disso, e venho da minha região trazendo o Círio de Nazaré, a maior manifestação de todas. O Brasil sairá outro a partir do dia 22 de julho", afirmou a cantora, que entrou ao vivo, via internet, na coletiva de apresentação dos detalhes envolvendo cada um dos dias da JMJ. Após discurso para o público, o líder católico permanece no palco até às 19h, quando sai de cena e se dirige, novamente de helicóptero, para a residência do Sumaré. 

Via Sacra JMJ - 26/07
Um dos atos centrais da Jornada Mundial da Juventude 2013, a Via Sacra será composta por 14 estações, sendo 13 delas encenadas ao longo do canteiro central da avenida Atlântica, e a última, no palco central montado na areia da praia. O evento terá início às 14h, mas a interpretação do caminho de sofrimento de Jesus Cristo começa apenas por volta de 18h e terá 1h15, aproximadamente, de duração. 

"A Via Sacra falará com os jovens, e mostraremos como a história desse caminho de sofrimento de Cristo dialoga hoje com as dificuldades do jovem contemporâneo", enfatizou o diretor artístico, Ravel Cabral. O elenco será comporso por 300 pessoas, sendo que a atriz Cássia Kiss interpretará Maria. 

Os atores Murilo Rosa e Eriberto Leão, que já interpretaram a Paixão de Cristo, também estarão envolvidos na encenação. "Não escolhemos uma pessoa específica para ser Jesus, é todo um corpo de cena", explicou o diretor geral da JMJ, Ulysses Cruz. As estações estarão espalhadas em locais específicos da praia de Copacabana, sempre com um momento para a reflexão dos peregrinos. 

O Papa Francisco acompanhará tudo do palco, e presidirá toda a Via Sacra. O pontífice será recepcionado pela canção "Peregrino Incansável", na voz de Ziza Fernandes. Detalhe importante: toda a parte musical do dia será inspirada na obra de Beethoven, compositor preferido do líder católico. 

Vigília - 27/07
De Copacabana, na nobre zona sul do Rio de Janeiro, direto para o extremo oeste da cidade, em Guaratiba, onde estará localizado o Campus Fidei, junção dos terrenos de duas fazendas da região onde foi montado o palco para o auge da JMJ. O evento tem início já às 12h30, com atrações como Adriana Arydes e a Banda Dominus. 

Os shows serão intercalados por depoimentos de voluntários e peregrinos, com histórias de vida e superação. As histórias de fé será acompanhadas, do palco, pelo papa Francisco, que fará um discurso para os jovens dentro do lema da vigília: "Ide e fazei discípulos entre todas as nações". 

Mesmo após a saída do pontífice, em seu recolhimento, outros jovens brasileiros, com histórico de dependência química, prosseguirão com seus depoimentos de superação, além da performance da banda italiana Gen Rosso. Participarão deste ato artístico o ator Tony Ramos e o cantor Luan Santana - que não cantará músicas próprias, apenas integrará a manifestação espiritual. A previsão é o evento termine às 23h. 

Missa de Envio - 28/07
Considerado o dia mais importante, a Missa de Envio não só marca o encerramento da JMJ, como também tem no discurso do papa Francisco, em sua primeira viagem ao exterior, como ponto forte de reflexão sobre todo o megaevento católico ocorrido. 

Os jovens será despertados às 7h com o primeiro show, com músicas do Ministério Adoração e Vida. Antes do pronunciamento do pontífice, padres cantores animarão os jovens do mundo todo, como Padre Marcelo Rossi, Padre Reginaldo Manzotti, Padre Fábio de Mello, Padre Omar Raposo, dentre outros. As 10h, o papa Francisco dá início à Santa Missa. Às 12h, ele fará a oração do Angelus e fará o anúncio da próxima cidade que acolherá a próxima JMJ, em 2015. 

Papa Francisco no Brasil
Com um público estimado em 1,5 milhão de pessoas, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2013 ocorre entre os dias 23 e 28 de julho, no Rio de Janeiro. O evento, realizado a cada dois ou três anos, promove um encontro internacional de jovens católicos o Papa. A última edição da JMJ ocorreu em 2011, em Madri, na Espanha, e reuniu cerca de 2 milhões de pessoas, de mais de 190 países.

O evento marca também a primeira grande visita internacional do papa Francisco desde sua nomeação como líder máximo da Igreja Católica, em 13 de março desde ano. O Pontífice chega ao Rio de Janeiro na tarde do dia 22 de julho, com retorno a Roma previsto para o dia 28. Sua agenda no Brasil contempla a visita à comunidade de Varginha, no complexo de Manguinhos, na zona norte do Rio, e ao Hospital São Francisco de Assis. Além disso, terá um encontro com a sociedade no Theatro Municipal, no centro da cidade, e ao Santuário de Aparecida, em São Paulo. O ponto alto fica por conta de duas grandes celebrações na praia de Copacabana, na zona sul do Rio, nos dias 25 e 26.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade