2 eventos ao vivo

Igreja vai pedir que peregrinos não permaneçam em vigília em Copacabana

Evento foi transferido de Guaratiba após inspeção detectar falta de condições por conta de alagamentos provocados pela chuva

25 jul 2013
17h50
atualizado às 17h58
  • separator
  • comentários

Depois da confirmação de que o Campus Fidei, em Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro, não vai mais abrigar eventos neste fim de semana da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a Igreja pedirá aos peregrinos que não permaneçam na praia de Copacabana, após a abertura da vigília, no sábado. É para lá que tanto a vigília quanto a missa final, marcada para o domingo pela manhã, serão realizadas, depois de se constatar que o terreno preparado em Guaratiba não terá condições de abrigar os eventos previstos anteriormente, devido à lama causada pela chuva.

<p>Peregrinos enfrentam a chuva na praia de Copacabana nesta quinta-feira</p>
Peregrinos enfrentam a chuva na praia de Copacabana nesta quinta-feira
Foto: Mauro Pimentel / Terra

"Até mesmo do ponto de vista de saúde, poderia se colocar em risco as pessoas mantendo tudo em Guaratiba. Foi uma decisão técnica, baseada na avaliação de especialistas", afirmou o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

Integrante do comitê organizador da JMJ, dom Paulo explicou que Guaratiba já tinha uma estrutura montada, com banheiros e pontos de apoio, para que os fiéis pernoitassem no Campus Fidei. Segundo ele, manter os eventos ali seria uma "atitude irresponsável". "Vamos pedir que, depois da abertura da vigília, os peregrinos voltem para casa, e não durmam na praia", observou.

<p>Estrutura montada no Campus Fidei, em Guaratiba, não será aproveitada em vigília do Papa</p>
Estrutura montada no Campus Fidei, em Guaratiba, não será aproveitada em vigília do Papa
Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

O representante da Igreja Católica não informou quanto foi gasto no palco e demais estruturas para a montagem do Campus Fidei. Eduardo Paes garantiu que a prefeitura não colocou dinheiro público na instalação de toda a estrutura central do evento, apenas na preparação do entorno, como colocação de asfalto e dragagem de rios.

Paes pediu que os moradores de Copacabana sejam compreensivos com o fato de o bairro abrigar mais dois dias de eventos da JMJ, que vai manter uma grande circulação de pessoas pelas ruas da região. "Copacabana está acostumada a sediar grandes eventos. É claro que poderá causar algum incômodo ao morador, mas o bairro está preparado para suportar a demanda que vai acompanhar a JMJ", comentou Paes.

Papa Francisco no Brasil
A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2013 ocorre entre os dias 23 e 28 de julho, no Rio de Janeiro. O evento, realizado a cada dois ou três anos, promove um encontro internacional de jovens católicos com o Papa. A última edição da JMJ ocorreu em 2011, em Madri, na Espanha, e reuniu cerca de 2 milhões de pessoas, de mais de 190 países. O JMJ 2013 marca também a primeira grande visita internacional do papa Francisco desde sua nomeação como líder máximo da Igreja Católica, em 13 de março deste ano.

vc e o Papa
Você já conheceu o Papa Francisco no Brasil? Está na Jornada Mundial da Juventude no Rio ou esteve em Aparecida? Participe do vc repórter e envie seus relatos, fotos ou vídeos com o Papa.

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade