1 evento ao vivo

Velório de Niemeyer tem protesto contra novos prédios em Brasília

6 dez 2012
19h00
atualizado às 20h09

Um pequeno grupo de manifestantes aproveitou o velório do arquiteto Oscar Niemeyer para protestar contra a descaracterização de Brasília. Os manifestantes entraram na fila e, quando entraram no Palácio do Planalto, cantaram a música Peixe Vivo empunhando cartazes. Eles contornaram o caixão e saíram sem provocar conflitos com os seguranças ou outras pessoas presentes.

Veja fotos das principais obras de Oscar Niemeyer
Conheça a trajetória do arquiteto

De acordo com a líder do grupo, Leiliana Rebouças, os manifestantes quiseram chamar a atenção para projetos do atual governo do Distrito Federal que podem interferir no plano original da capital, idealizada por Niemeyer e pelo urbanista Lúcio Costa.

O principal foco do protesto é o Plano de Proteção do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCub), enviado pelo governador Agnelo Queiroz à Câmara Legislativa do Distrito Federal. O plano trata das diretrizes de uso e ocupação das áreas tombadas de Brasília, em especial do Plano Piloto, e é polêmico.

"Esse projeto muda a lei, muda o gabarito de altura dos prédios, propõe a construção de prédios e estacionamentos em áreas verdes, interferindo na percepção bucólica da cidade. Ele interfere no projeto original de Brasília", afirmou Leiliane, que faz parte do Movimento de Defesa de Brasília.

O PPCub ainda não foi votado e está sendo discutido pelos deputados distritais. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) também participa dos debates e algumas audiências públicas sobre o assunto já aconteceram.

Morre Oscar Niemeyer
O arquiteto Oscar Niemeyer morreu às 21h55 do dia 05 de dezembro de 2012, aos 104 anos, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, de infecção respiratória. Ele estava internado na instituição de saúde desde o dia 6 de novembro, onde alternou quadros de melhoria e de piora na saúde.

Considerado um dos nomes mais influentes da arquitetura moderna mundial, Niemeyer foi responsável pelas principais obras da construção de Brasília, inaugurada em 1960. Carioca, nasceu em 15 de dezembro de 1907 no bairro de Laranjeiras, no Rio.

Corpo do arquiteto foi velado na tarde desta quinta-feira no Palácio do Planalto
Corpo do arquiteto foi velado na tarde desta quinta-feira no Palácio do Planalto
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR / Divulgação
Agência Brasil Agência Brasil
publicidade