3 eventos ao vivo

Hugo Chávez lamenta morte do 'inigualável camarada' Niemeyer

6 dez 2012
21h26
atualizado às 22h48
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, lamentou nesta quinta-feira, em nota divulgada em Havana, onde o presidente se submete a um tratamento médico, a morte do arquiteto Oscar Niemeyer e expressou suas condolências a seus parentes e ao povo do Brasil. No comunicado divulgado pelo ministro de Comunicações venezuelano, Ernesto Villegas, Chávez expressou "sua profunda dor perante a perda de um inigualável e insigne camarada, filho desta grande pátria".

O arquiteto completaria 105 anos no dia 15 de dezembro
O arquiteto completaria 105 anos no dia 15 de dezembro
Foto: AFP

Veja fotos das principais obras de Oscar Niemeyer
Conheça a trajetória do arquiteto

Além disso, o documento aponta que o arquiteto, que faleceu ontem aos 104 anos, tinha um "compromisso com os pobres da Terra e com a justiça social (...) mais firme que o concreto com que desenhou o rosto de Brasília".

"Amigo querido, eterno camarada, na curva que desenhaste sempre poderemos encontrar a retidão de teus propósitos e lembraremos teus simples, mas gigantescos anseios: ser simples, criar um mundo igualitário para todos", conclui a nota.

Chávez está em Cuba desde o último dia 27 de novembro para submeter-se a um tratamento de oxigenação hiperbárica relacionado com o processo de recuperação do câncer que lhe foi diagnosticado em junho do ano passado

Morre Oscar Niemeyer
O arquiteto Oscar Niemeyer morreu às 21h55 do dia 05 de dezembro de 2012, aos 104 anos, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, de infecção respiratória. Ele estava internado na instituição de saúde desde o dia 6 de novembro, onde alternou quadros de melhoria e de piora na saúde.

Considerado um dos nomes mais influentes da arquitetura moderna mundial, Niemeyer foi responsável pelas principais obras da construção de Brasília, inaugurada em 1960. Carioca, nasceu em 15 de dezembro de 1907 no bairro de Laranjeiras, no Rio.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade