1 evento ao vivo

Corpo de Niemeyer é sepultado no Rio ao som da Banda de Ipanema

7 dez 2012
17h55
atualizado às 18h52
  • separator

Marcus Pinto
Direto do Rio de Janeiro

A Banda de Ipanema, um dos blocos de Carnaval mais tradicionais do Rio, executou canções durante o enterro do arquiteto
A Banda de Ipanema, um dos blocos de Carnaval mais tradicionais do Rio, executou canções durante o enterro do arquiteto
Foto: Daniel Ramalho / Terra

O corpo do arquiteto Oscar Niemeyer foi sepultado às 18h desta sexta-feira no cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. O arquiteto morreu na quarta-feira, aos 104, no hospital Samaritano, no mesmo bairro.

Qual a obra mais bonita do arquiteto Oscar Niemeyer? Escolha
Veja fotos das principais obras de Oscar Niemeyer
Conheça a trajetória do arquiteto

Niemeyer era um homem que acreditava na vida. Talvez por isso o enterro do arquiteto tenha começado ao som da Banda de Ipanema, bloco apadrinhado por ele em 2010 e que celebra todos os anos, no Carnaval, a vida e a alegria que Niemeyer tinha de viver. Carnaval que o arquiteto soube traduzir com uma de suas obras mais emblemáticas: o Sambódromo do Rio. Com a praça da Apoteose marcando o final, ele fazia questão de dizer que o mais importante era que sua obra não tirasse a atenção do principal, que era o samba, a alegria das pessoas, ou simplesmente a vida.

O cortejo saiu rápido do Palácio da Cidade, em Botafogo, onde foi velado durante todo o dia, e em menos de dez minutos estava no cemitério São João Batista. Cerca de 600 pessoas acompanharam, em silêncio, o corpo de arquiteto, que foi escoltado pelo cerimonial da Guarda Municipal do Rio.

Exatamente às 18h, a família deu seu último adeus a Niemeyer, não sem antes ouvir a oração de São Francisco, o hino da Internacional Socialista e, por fim, Cidade Maravilhosa. O cidadão do mundo Oscar Niemeyer até o fim soube congregar ateus, comunistas, socialistas, católicos e protestantes em sua despedida.

Morre Oscar Niemeyer
O arquiteto Oscar Niemeyer morreu às 21h55 do dia 05 de dezembro de 2012, aos 104 anos, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, de infecção respiratória. Ele estava internado na instituição de saúde desde o dia 6 de novembro, onde alternou quadros de melhoria e de piora na saúde.

Considerado um dos nomes mais influentes da arquitetura moderna mundial, Niemeyer foi responsável pelas principais obras da construção de Brasília, inaugurada em 1960. Carioca, nasceu em 15 de dezembro de 1907 no bairro de Laranjeiras, no Rio.

Veja também:

Bolsonaro fala em 'cartão vermelho' para quem sugere congelar aposentadorias e enterra Renda Brasil
Fonte: Terra
publicidade