1 evento ao vivo

OAB-CE processará perfis com ataques a nordestinos na rede

10 dez 2011
11h57
atualizado às 12h21
Omar Jacob
Direto de Fortaleza

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) divulgou na sexta-feira que está preparando um dossiê contra uma internauta gaúcha que tem publicado mensagens preconceituosas contra o povo da região Nordeste. A usuária publicou uma mensagem onde diz que: "Não me acho uma pessoa "Superior" ao povo nordestino.. porque na realidade.. nordestino não é gente né?". A OAB-CE pretende dar entrada em uma notícia-crime contra a jovem de 18 anos, em parceria com o Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul.

No início de novembro a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou uma moção de desagravo ao povo nordestino em protesto aos ataques sofridos através de meios midiáticos depois da notícia de que 13 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2011) teriam sido entregues aos estudantes, antes da realização das provas nos dias 22 e 23 de outubro.

Por conta da antecipação das questões, que provoca uma disputa judicial entre Ministério Público Federal e Ministério da Educação, vários usuários publicaram mensagem preconceituosas contra nordestinos e contra os alunos da instituição de ensino.

O último registro antes da polêmica do Enem foi o de uma usuária que comentava o desempenho do atacante Magno Alves, então jogador do Atlético-MG, dizendo que "Magno Alves é a prova viva de que nordestino serve pra p**** nenhuma além de ser porteiro". Em outubro do ano passado, outra estudante de São Paulo fez comentários ofensivos através do Twitter aos nordestinos logo após a vitória de Dilma Rousseff para presidência da República.

Em maio deste ano dois casos marcaram o preconceito. Uma internauta publicou em sua página do microblog que "Esses nordestinos pardos, bugres, índios acham que tem moral, cambada de feios. Não é atoa que não gosto desse tipo de raça".

Fonte: Especial para Terra
publicidade