0

Número de mortos por incêndio em boate no Rio Grande do Sul cai para 232

27 jan 2013
15h22
atualizado às 15h40

Um incêndio na madrugada deste domingo em uma boate de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, provocou a morte de 232 pessoas, e outras 131 foram hospitalizadas, informou o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar.

"O número de óbitos é de 232, destes 120 são homens e 112 são mulheres", a "maioria asfixiados", disse à AFP o subcomandante do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar, Rois Tavares. O saldo corrige uma informação anterior de 245 mortos.

"Todos os corpos foram retirados do interior da boate" que agora está sendo isolada para investigação, informou o subcomandante.

O incêndio começou na madrugada, quando centenas de pessoas estavam no local, a imensa maioria jovens desta cidade universitária. A fumaça se espalhou rapidamente, segundo testemunhas, e a falta de saídas impediu a evacuação de muitas das pessoas a tempo.

Os corpos foram levados ao Centro Esportivo Municipal, onde as famílias se reuniram para reconhecer as vítimas.

"É o momento mais difícil", disse à AFP o secretário adjunto de Saúde do município, Julio Nunes, que explicou que Santa Maria é uma cidade universitária "que reúne muitos jovens, e um dos pontos de encontro era esta boate".

A presidente Dilma Rousseff encurtou sua viagem ao Chile, onde participou da cúpula entre países latino-americanos e europeus, e viajou diretamente a Santa Maria.

"Neste momento de tristeza, estamos juntos", disse Dilma.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade