0

Número de imigrantes no Brasil cresceu 63% em 10 anos, diz IBGE

17 out 2012
10h00
atualizado às 10h06
Giuliander Carpes
Direto do Rio de Janeiro

O Brasil tem atraído cada vez mais imigrantes internacionais, aponta o Censo 2010. Segundo dados que o IBGE divulgou nesta quarta-feira, aproximadamente 455 mil pessoas imigraram para o Brasil nos 10 anos que antecederam o último levantamento, enquanto 279 mil foram registradas pela pesquisa de 2000 - um aumento de 63%.

O instituto revelou também que 54,1% dos estrangeiros haviam chegado ao Brasil nos dois anos anteriores ao levantamento de 2010.

"Quem chegou do exterior veio há menos tempo que os que vieram de outras cidades brasileiras. Essa situação se intensificou no final da década de 2000. Há uma chegada maciça bem superior ao que vínhamos percebendo nos Censos anteriores", afirmou o pesquisador Marden Barbosa de Campos, do IBGE.

O país de origem da maioria dos imigrantes é os Estados Unidos (17,6%), seguido do Japão (13,7%), Paraguai (9,8%), Portugal (8,2%), Bolívia (6,2%) e Espanha (5,6%). Em 2010, esses imigrantes se dirigiram majoritariamente para os estados de São Paulo (30% do total), Paraná (14,7%), Minas Gerais (9,8%), Rio de Janeiro (7,6%) e Rio Grande do Sul (5,3%).

Mudança no perfil migratório dentro do País
Os nordestinos continuam sendo os grandes migrantes do País - 1,3 milhão de pessoas deixaram a região nos 5 anos anteriores ao Censo 2010 . Embora o foco principal dos que saem do Nordeste ainda seja o Sudeste (828 mil pessoas), esta migração está sendo dividida com outras regiões. Tanto que, além de São Paulo, Goiás e Santa Catarina apresentaram "ganho líquido" de população no período.

"Observamos uma mudança no perfil migratório. Hoje a temos deslocamentos em todas as direções e, em grande parte, movimentos de curta duração. Faz parte da nova dinâmica de configuração de território", explicou Campos.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade