inclusão de arquivo javascript

 
 

Operação Sanguessuga investiga 64 parlamentares

06 de maio de 2006 12h12 atualizado em 08 de maio de 2006 às 11h04

O esquema fraudulento descoberto pela Operação Sanguessuga, da Polícia Federal, e que se baseava na venda irregular de ambulâncias em pelo menos 11 Estados brasileiros, podendo envolver mais de 100 cidades, envolve o nome de 64 parlamentares - um senador e 63 deputados.

» Chefe da máfia tinha senha
» PF prende quadrilha de políticos e servidores
» Veja fotos das prisões
» Assessor parlamentar tramou mortes por telefone
» Entenda como funcionava o golpe

O juiz Jefferson Scheneider, da 2ª Vara da Justiça Federal do Mato Grosso, encaminhou pedido para que seja analisada a abertura de investigação contra 63 deputados e um senador citados nas quebras de sigilo que desencadearam a Operação Sanguessuga. O requerimento foi encaminhado ao procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, e ao Supremo Tribunal Federal (STF) em segredo de Justiça no dia 29 de abril.

A lista, começa pelo senador. Os nomes dos deputados seguem em ordem alfabética:
1- Ney Suassuna (PMDB-PB);
2- Alceste Almeida (PTB-RR);
3- Aldir Cabral (PFL-RJ);
4- Almir Moura (PFL-RJ);
5- Amauri Gasques (PL-SP);
6- Benedito de Lira (PP-AL);
7- Benedito Dias (PP-AP);
8- Cleonâncio Fonseca (PP-SE);
9- Coriolano Sales (PFL-BA);
10- Denise Frossard (PPS-RJ);
11- Doutor Heleno (PSC-RJ);
12- Edna Macedo (PTB-SP);
13- Edson Ezequiel (PMDB-RJ);
14- Eduardo Paes (PSDB-RJ);
15- Eduardo Seabra (PTB-AP);
16- Elaine Costa (PTB-RJ);
17- Enivaldo Ribeiro (PP-PB);
18- Fernando Estima (PPS-SP);
19- Fernando Gonçalves (PTB-RJ);
20- Irapuan Teixeira (PP-SP);
21- Isaias Silvestre (PSB-MG);
22- Itamar Serpa (PSDB-RJ);
23- Jefferson Campos (PTB-SP);
24- João Batista (PP-SP);
25- João Caldas (PL-AL);
26- João Correia (PMDB-MG);
27- João Magalhães (PMDB-MG);
28- João Mendes de Jesus (PSB-RJ);
29- José Divino (PMR-RJ);
30- José Militão (PTB-MG);
31- Júnior Betão (PL-AC);
32- Laura Carneiro (PFL-RJ);
33- Lino Rossi (PP-MT);
34- Marcelino Fraga (PMDB-ES);
35- Marcelo Ortiz (PV-SP);
36- Marcos Abramo (PP-SP);
37- Mario Negromonte (PP-BA);
38- Maurício Rabelo (PL-TO);
39- Nélio Dias (PP-RN);
40- Nelson Bournier (PMDB-RJ);
41- Neuton Lima (PTB-SP);
42- Nilton Capixaba (PTB-RO);
43- Osmânio Pereira (PTB-MG);
44- Paulo Baltazar (PSB-RJ);
45- Paulo Magalhães (PFL-BA);
46- Pedro Henry (PP-MT);
47- Raimundo Santos (PL-PA);
48- Reginaldo Germano (PP-BA);
49- Reinaldo Betão (PL-RJ);
50- Reinaldo Gripp (PL-RJ);
51- Ribamar Alves (PSB-MA);
52- Ricarte de Freitas (PTB-MT);
53- Rogério Nunes (PFL-BA);
54- Rodrigo Maia (PFL-RJ);
55- Ronivon Santiago (PP-AC), já expurgado da Câmara por decisão da Justiça Eleitoral;
56- Severiano Alves (PDT-BA);
57- Silas Câmara (PTB-AM);
58- Telma de Oliveira (PSDB-MT);
59- Wanderley Assis (PP-SP);
60- Vieira Alves (PMR-RJ);
61- Wanderval Santos (PL-SP);
62- Wellington Fagundes (PL-MT);
63- Wellington Roberto (PL-PB);
64- Zelinda Novaes (PFL-BA).

Redação Terra