inclusão de arquivo javascript

 
 

Elias Maluco é preso na Favela da Grota

19 de setembro de 2002 08h59 atualizado às 13h25

O traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, foi preso por policiais civis do Rio de Janeiro na Favela da Grota, dentro do Complexo do Alemão, nesta manhã, após 50 horas de cerco policial. Ele estava em um barraco na rua Gastão Sebastião de Carvalho e não resistiu à prisão. Maluco, acusado pela morte do jornalista Tim Lopes, foi levado para a Chefia da Polícia Civil, no Centro do Rio.

Um outro traficante que estava com Maluco no momento da prisão também foi detido para averiguações. O nome não foi divulgado. A dupla não estava armada e estava escondida em um barraco que seria de um casal de idosos. O local fica perto de um posto de Polícia. Ao ser preso, Maluco teria dito ao policial: "Perdi, chefe. Só não esculacha, não".

Desde segunda-feira, a Operação Sufoco, composta por cerca de 500 policiais de diversas delegacias, cercava todo o complexo de favelas para capturar o traficante. Os policiais trabalhavam em turnos. A polícia tinha mandado de busca para entrar em todos os cerca de 10 mil barracos do local. Maluco teria passado pelo menos os últimos três dias em um buraco dentro de um barraco, armado com granadas.

O traficante, um dos mais procurados do Brasil, é acusado de ter assassinado o jornalista Tim Lopes, da Rede Globo, no dia 02 de junho. Tim, que fazia uma reportagem sobre venda de drogas e abuso sexual de menores em um baile funk na Vila Cruzeiro, na Penha, foi seqüestrado, torturado e morto por traficantes.

Traficantes presos que prestaram depoimento dias após o crime confirmaram que Lopes havia sido torturado por um grupo de nove homens e morto por Elias Maluco com um golpe de espada.

De todos os envolvidos no crime, apenas Maluco estava foragido. Seis foram presos e dois morreram. Na operação policial no Complexo do Alemão, oito pessoas foram presas, incluindo dois rapazes que confessaram que levavam comida para Maluco nos últimos dias.

Elias Maluco é integrante do Comando Vermelho (CV). Ele controla o tráfico de drogas em 30 favelas. O traficante, acusado pela morte de mais de 60 pessoas, tem mandados de prisão e processos por homicídio, tráfico e seqüestro. Ele foi preso em 1996 pela Divisão Anti-Seqüestro. Em julho de 2000, conseguiu o habeas-corpus.

Redação Terra
  1. O camburão com Elias Maluco chega ao Batalhão de Choque da PM.  Foto: Jornal do Brasil

    O camburão com Elias Maluco chega ao Batalhão de Choque da PM.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  2. Elias Maluco chega à Chefia de Polícia Civil, no Rio, após ser preso no Complexo do Alemão.  Foto: Jornal do Brasil

    Elias Maluco chega à Chefia de Polícia Civil, no Rio, após ser preso no Complexo do Alemão.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  3. Elias Maluco, principal acusado de matar Tim Lopes, é apresentado na Chefia de Polícia Civil.  Foto: Jornal do Brasil

    Elias Maluco, principal acusado de matar Tim Lopes, é apresentado na Chefia de Polícia Civil.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  4. Elias Maluco é apresentado na Chefia de Polícia Civil do Rio. O traficante foi detido após 50 horas de cerco.  Foto: Jornal do Brasil

    Elias Maluco é apresentado na Chefia de Polícia Civil do Rio. O traficante foi detido após 50 horas de cerco.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  5. Elias Maluco é apresentado pelos policiais que atuaram em sua prisão, no Complexo do Alemão.  Foto: Jornal do Brasil

    Elias Maluco é apresentado pelos policiais que atuaram em sua prisão, no Complexo do Alemão.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  6. O comandante da Polícia Militar, Francisco Braz, beija a governadora Benedita da Silva.  Foto: Jornal do Brasil

    O comandante da Polícia Militar, Francisco Braz, beija a governadora Benedita da Silva.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  7. Ex-secretário de Segurança do Rio, Roberto Aguiar, e a então governadora Benedita da Silva falam com a imprensa após a prisão de Elias Maluco.  Foto: Jornal do Brasil

    Ex-secretário de Segurança do Rio, Roberto Aguiar, e a então governadora Benedita da Silva falam com a imprensa após a prisão de Elias Maluco.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  8. O secretário Roberto Aguiar beija a governadora Benedita da Silva.  Foto: Jornal do Brasil

    O secretário Roberto Aguiar beija a governadora Benedita da Silva.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  9. O secretário de Segurança do Rio, Roberto Aguiar (direita), e o chefe de polícia Zaqueu Teixeira falam sobre a prisão de Elias Maluco.  Foto: Jornal do Brasil

    O secretário de Segurança do Rio, Roberto Aguiar (direita), e o chefe de polícia Zaqueu Teixeira falam sobre a prisão de Elias Maluco.

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  10. Traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, foi preso por policiais civis do Rio de Janeiro na Favela da Grota, dentro do Complexo do Alemão, na manhã de 19 de setembro.   Foto: Reprodução TV/Redação Terra

    Traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, foi preso por policiais civis do Rio de Janeiro na Favela da Grota, dentro do Complexo do Alemão, na manhã de 19 de setembro.

    Foto: Reprodução TV/Redação Terra

  11. O traficante não resistiu à prisão. Elias Maluco ficou cercado pela polícia por mais de 50 horas.  Foto: Reprodução TV/Redação Terra

    O traficante não resistiu à prisão. Elias Maluco ficou cercado pela polícia por mais de 50 horas.

    Foto: Reprodução TV/Redação Terra

  12. Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco  Foto: Jornal do Brasil

    Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  13. Cerca de 200 policiais participam da operação, em busca do traficante Elias Maluco  Foto: Jornal do Brasil

    Cerca de 200 policiais participam da operação, em busca do traficante Elias Maluco

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  14. Policiais sobem o morro no Complexo do Alemão  Foto: Jornal do Brasil

    Policiais sobem o morro no Complexo do Alemão

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  15. Três pessoas foram detidas na operação  Foto: Jornal do Brasil

    Três pessoas foram detidas na operação

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

  16. Polícia prende uma pessoa na operação  Foto: Jornal do Brasil

    Polícia prende uma pessoa na operação

    Jornal do Brasil
    Foto: Jornal do Brasil

/foto/0,,00.html