inclusão de arquivo javascript

 
 

CPI pode apurar suposto envolvimento de PT e Farc

14 de março de 2005 19h28

O senador Jorge Bornhausen (PFL-SC) disse nesta segunda-feira que apoiará a criação de uma comissão parlamentar mista de inquérito para apurar fatos relativos a denúncia da revista Veja, segundo a qual o Partido dos Trabalhadores (PT) teria recebido uma doação em dinheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) nas eleições de 2002.

O teor da reportagem foi levado nesta segunda-feira ao Plenário pelos senadores Alvaro Dias (PSDB-PR) e Demostenes Torres (PFL-GO). De acordo com Bornhausen, a denúncia é muito grave. Ele sustentou a necessidade de esclarecimentos por parte do governo e disse que acusações como esta, assim como a do caso Waldomiro Diniz, a seu ver abalam a opinião pública e deveriam passar por discussões em CPIs.

O líder do governo no Senado, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), afirmou que a denúncia tem informações precárias que não condizem com a história democrática do PT.

O parlamentar pediu ao presidente da Comissão de Controle Externo das Atividades de Inteligência no Brasil, senador Cristovam Buarque (PT-DF), que a convoque imediatamente para discutir o assunto, já que a denúncia é supostamente amparada em relatório produzido pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Jornal do Brasil
Jornal do Brasil