inclusão de arquivo javascript

 
 

Serra sofre primeira derrota durante a posse

01 de janeiro de 2005 16h22 atualizado às 16h22

Aplaudido, Serra sobe ao plenário para ser empossado. Foto: Reinaldo Marques/Terra

Aplaudido, Serra sobe ao plenário para ser empossado
Foto: Reinaldo Marques/Terra

O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), sofreu as primeiras derrotas de seu governo no dia de sua posse. Na Câmara, ele perdeu um vereador de sua base e também a presidência da Casa. Embora Roberto Tripoli, do PSDB, tenha sido eleito, o candidato apoiado pelo partido tucano era outro: o derrotado Ricardo Montoro.

  • Veja o secretariado de Serra em São Paulo
  • Veja fotos da posse

    Após uma sessão tumultuada, Montoro ficou com 26 votos, contra 28 de Tripoli. O vereador Carlos Giannazi (PT) lançou sua candidatura sem apoio de outros partidos e computou apenas um voto. Tripoli foi eleito com os votos e o apoio do chamando Centrão, um grupo de partidos que se diz não aliado nem à situação nem à oposição. Criticado por seus correligionários, o vereador pode ser expulso do partido.

    Posse e transmissão do cargo
    A cerimônia de posse dos vereadores e de Serra começou com 30 minutos de atraso. Os 55 vereadores assumiram seus cargos, e depois Serra foi chamado ao plenário para ser empossado. O prefeito deixou a Câmara logo após fazer um breve pronunciamento e seguiu para a sede da prefeitura, onde ocorreu a cerimônia de passagem do cargo com a prefeita Marta Suplicy.

    Em seu discurso no Palácio do Anhangabaú, Serra disse que seu desafio será "assegurar um futuro de oportunidades para as novas gerações" da cidade. "São Paulo será novamente uma terra de oportunidade para todos nós", disse.

    O novo prefeito criticou a situação financeira da prefeitura, mas se mostrou otimista em relação à ajuda do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "A prefeitura está sem dinheiro, isso é bastante evidente, gastou mais do que podia, comprometeu-se além da conta e cumpriu aquém do razoável¿.O prefeito fez questão, porém de pedir que não vissem o comentário "como uma crítica, é apenas uma constatação".

    Serra também afirmou que terá muitos desafios, mas disse que a política é a arte de "alargar os limites do possível". "Começando pelos serviços de saúde e educação fundamental, nosso governo subirá encostas e descerá até a beira dos córregos", acrescentou o tucano.

    O prefeito ainda avisou que seu mandato será pautado pela ética. "A política não corrói os homens. Alguns homens é que corroem o poder", afirmou. "Para mim, não existe bairro que votou em candidato A ou B. Existe a cidade como um todo, com suas virtudes e seus defeitos", completou Serra em seu discurso. Por fim, o prefeito prometeu fazer um trabalho com "amor, dedicação, pertinência e até teimosia" nos próximos quatro anos.

    O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, representou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cerimônia de posse, que contou com mais de mil convidados, entre eles o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

  • Redação Terra

    Vereadores de oposição ao novo prefeito paulistano elegem tucano dissidente

    1. O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), assumiu a administração da cidade com a maior expectativa já criada para uma nova administração dos últimos 20 anos  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), assumiu a administração da cidade com a maior expectativa já criada para uma nova administração dos últimos 20 anos

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    2. Em seu discurso no Palácio do Anhangabaú, Serra disse que seu desafio será assegurar um futuro de oportunidades para as novas gerações da cidade  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      Em seu discurso no Palácio do Anhangabaú, Serra disse que seu desafio será "assegurar um futuro de oportunidades para as novas gerações" da cidade"

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    3. Serra e Marta Suplicy durante a cerimônia de posse do prefeito tucano  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      Serra e Marta Suplicy durante a cerimônia de posse do prefeito tucano

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    4. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante a cerimônio de posse do prefeito José Serra  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante a cerimônio de posse do prefeito José Serra

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    5. De acordo com pesquisa Datafolha, 64% esperam que Serra faça um bom ou ótimo governo  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      De acordo com pesquisa Datafolha, 64% esperam que Serra faça um bom ou ótimo governo

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    6. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, também acompanhou a cerimônia de posse de José Serra  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, também acompanhou a cerimônia de posse de José Serra

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    7. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, Serra e sua equipe já discutem aumentar a tarifa dos ônibus no primeiro semestre  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      Segundo o jornal "Folha de S.Paulo", Serra e sua equipe já discutem aumentar a tarifa dos ônibus no primeiro semestre

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    8. O tucano recebe a prefeitura com várias dívidas com fornecedores, obras inacabadas, vias esburacadas e serviços como guinchamento de veículos, sem funcionamento adequado  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O tucano recebe a prefeitura com várias dívidas com fornecedores, obras inacabadas, vias esburacadas e serviços como guinchamento de veículos, sem funcionamento adequado

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    9. O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), assumiu a administração da cidade com grande expectativa  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), assumiu a administração da cidade com grande expectativa

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    10. O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), administrará a cidade após quatro anos da gestão de Marta Suplicy (PT)  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), administrará a cidade após quatro anos da gestão de Marta Suplicy (PT)

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    11. De acordo com pesquisa Datafolha, 64% esperam que Serra faça um bom ou ótimo governo  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      De acordo com pesquisa Datafolha, 64% esperam que Serra faça um bom ou ótimo governo

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    12. O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), durante sua cerimônia de posse  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), durante sua cerimônia de posse

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    13. O prefeito prometeu, durante seu pronunciamento, fazer um trabalho com amor, dedicação, pertinência e até teimosia nos próximos quatro anos  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      O prefeito prometeu, durante seu pronunciamento, fazer um trabalho com "amor, dedicação, pertinência e até teimosia" nos próximos quatro anos

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    14. Serra durante sua cerimônia de posse em São Paulo  Foto: Reinaldo Marques/Terra

      Serra durante sua cerimônia de posse em São Paulo

      Foto: Reinaldo Marques/Terra

    /brasil/foto/0,,00.html