inclusão de arquivo javascript

 
 

Serra visita Marta e conhece sede da prefeitura

23 de novembro de 2004 15h48 atualizado às 15h48

O prefeito eleito de São Paulo, José Serra (PSDB), atendeu convite da prefeita Marta Suplicy e visitou hoje as instalações da sede da prefeitura. Na saída, após 50 minutos, os dois se beijaram com direito a repetição a pedido dos fotógrafos. Enquanto Marta evitou os jornalistas, Serra disse que tem uma relação pessoal com a prefeita há 27 anos, deixando em segundo plano as agressões mútuas da campanha.

Serra afirmou que a visita foi importante porque é preciso planejar os espaços da sede da prefeitura desde já. "Para vir aqui em janeiro já é preciso começar a planejar a distribuição da casa, porque a prefeitura não para; 1, 2, 3 de janeiro já tem que estar funcionando", afirmou. Foi sua primeira visita ao prédio localizado no viaduto do Chá, construído pela família Matarazzo.

Ele afirmou que a visita se restringiu às instalações e que as questões da transição não foram tratadas. Ele também considerou que o local não era apropriado para avaliar para a imprensa o processo de transição, que vem sendo criticado pelos tucanos. Serra estava acompanhado apenas do ex-ministro Clóvis Carvalho, chefe de sua equipe de transição. Rui Falcão, que ocupa a mesma função do lado petista, estava com Marta.

Serra evitou comentar sua pretensão de acumular a prefeitura e a presidência nacional do PSDB dizendo apenas que "estas são questões que a gente vai examinar". Segundo a assessoria de Marta, a visita se restringiu ao gabinete do prefeito, a dois auditórios e ao terraço no último andar. Secretarias que funcionam ali, como as das Finanças, de Comunicação e de Negócios Jurídicos não fizeram parte do roteiro.

Reuters
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.