inclusão de arquivo javascript

 
 

Trem-bala será usado na Copa do Mundo, diz Dilma

08 de maio de 2008 03h13

A chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, prometeu, nesta quarta-feira, que o Trem de Alta Velocidade (TAV) que ligará o Rio de Janeiro a Campinas deve estar a pronto para a Copa do Mundo de Futebol que será realizada no Brasil em 2014 e que pretende puxar a licitação da obra para fevereiro de 2009. No balanço do primeiro ano do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) o leilão estava previsto para o primeiro semestre, sem precisar o mês.

» Leia mais notícias da agência JB

"A licitação será no primeiro semestre de 2009, no máximo, para ser utilizado (o TAV) em junho de 2014 na Copa do Mundo", anunciou.

O cronograma apresentado pela ministra prevê que a definição do traçado do TAV seja tomada ainda neste mês e que até fevereiro sejam cumpridas as demais etapas para que a concessão seja realizada no primeiro bimestre de 2009.

Dilma esteve em recente visita ao Japão e a Coréia do Sul, onde buscou parcerias para a construção do trem, avaliado em US$ 11 bilhões que deve unir os aeroportos do Galeão no Rio, ao de Guarulhos na Grande São Paulo e a Viracopos, em Campinas, com vias na extensão de 550 quilômetros.

Segundo a ministra, o convênio entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) já contratou a consultoria inglesa Halcrow e as brasileiras Sinergia e Balman, para fazer os estudos de demanda do projeto. Também foram revisados os estudos anteriores que haviam sido realizados, assim como a avaliação preliminar das tecnologias de trens de alta velocidade disponíveis.

A ministra informou que estão sendo avaliadas as tecnologias de trens de alta velocidade da Mitsui, Mitsubishi, Kawasaki e Toshiba japonesas, as coreanas Rotem, Korail e KRRI, da alemã Siemens e da francesa Alston. A intenção do governo é que a tecnologia escolhida para o projeto seja transferida para empresas brasileiras, através da formação de um consórcio empresarial brasileiro.

Jornal do Brasil
Jornal do Brasil