inclusão de arquivo javascript

 
 

Manaus cria árvore de Natal com material reciclado

18 de dezembro de 2007 14h42 atualizado às 16h16

A árvore foi criada com garrafas, tampinhas e CDs que iriam para o lixo. Foto: Nathália Freire/Especial para Terra

A árvore foi criada com garrafas, tampinhas e CDs que iriam para o lixo
Foto: Nathália Freire/Especial para Terra

Em Manaus, a árvore de Natal foi construída apenas com materiais que iriam para o lixo. Tampinhas de refrigerante, garrafas pet, CDs velhos e até aparelhos plásticos de barbear decoram um pinheiro de 40 m de altura construído pela prefeitura, no principal ponto turístico da cidade, a praia da Ponta Negra.

» Veja mais fotos
» Veja outras árvores gigantes
» Veja o especial de Natal do Terra
» vc repórter: mande fotos e notícias

"Este ano decidimos inovar. Nada de gastar uma fortuna com decoração importada. Optamos por dar uma lição de consciência ambiental economizando energia e aproveitando material plástico que vai para o lixo", explicou o secretário municipal de Cultura, Sebastião Assante.

Todo o material que serviu para a construção da árvore foi recolhido junto a comunidades da periferia, que normalmente despejam lixo nos rios, e junto a empresas do pólo industrial. Mais de 90% dos igarapés que cortam Manaus foram poluídos pela ação dos moradores e das fábricas.

"Nós pedidos para as pessoas doarem pra gente todo plástico que jogam fora. Nas indústrias, recolhemos pré-formas, bolas de natal fora do padrão de comercialização e pedaços de matinho que sobram das árvores de natal convencionais", explicou Albaniza Leite, idealizadora da árvore.

Albaniza e mais 50 pessoas fazem parte do projeto "Reciclando para Não Poluir". Em um centro cultural da prefeitura, eles produzem eventos com objetos que iriam para o lixo.

O primeiro grande feito do grupo foi o desfile "Aquecimento global e suas conseqüências". Modelos apresentaram roupas de alta costura feitas apenas com lixo reaproveitado. Mais recentemente, eles produziram um casamento ecológico, com tudo feito a partir de produtos reciclados, da comida ao vestido da noiva. No cardápio, torta de casca de banana, pizza de talo de espinafre, salada de bagaço de abóbora e pudim de goiaba com casca.

O sucesso do casamento foi que fez a prefeitura apostar na contratação dos artesãos para a decoração de fim de ano da cidade. Além do pinheiro gigante da Ponta Negra, mais cinco árvores de médio porte foram espalhadas em pontos estratégicos de Manaus.

A festa de réveillon do município ainda está sendo preparada, mas o secretário de cultura já adianta algumas novidades. "A decoração terá temática ambiental. Todos os adereços do palco farão referência à água. À meia noite, uma grande cascata deverá saudar 2008 e lembrar que precisamos cuidar melhor dos nossos recursos hídricos", conta Assante.

Segundo Albaniza, o evento terá uma mega produção, mas nada que seja obstáculo para o grupo dela. "Assim que passar o réveillon já começaremos outro projeto. Quem sabe no próximo ano conseguimos construir um carro que anda de verdade, todo com material reciclado?", sugeriu o secretário de Cultura.

Redação Terra