inclusão de arquivo javascript

 
 

Rio: secretário determina reforço no policiamento

31 de março de 2007 02h57

Para reduzir os principais índices de criminalidade, o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, determinou mudanças no policiamento da Zona Norte e em parte da Zona Oeste. A ordem é aumentar a presença nas ruas. Tanto a Polícia Civil como a PM terão que elevar o efetivo para o patrulhamento. Delegacias especializadas também deverão ajudar no reforço.

» Leia mais notícias do O Dia

A nova estratégia foi repassada diretamente aos subordinados. Pela manhã, Beltrame se reuniu com o chefe da Polícia Civil, Gilberto Ribeiro, e 15 delegados de áreas consideradas críticas, entre elas Penha, Inhaúma, Madureira, Pavuna e Bangu. À tarde, foi a vez dos comandantes de quatro batalhões: 3º BPM (Méier), 9º BPM (Rocha Miranda), 14º BPM (Bangu) e 16º BPM (Olaria).

Nas reuniões, Beltrame apresentou dados divulgados nesta sexta pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), que comparam índices de janeiro com o mesmo período no ano passado. O secretário destacou que, nas áreas do 3º BPM e 14º BPM, o número de roubos e furtos de veículos aumentou de 1.141 para 1.509. Também houve elevação na quantidade de roubos a pedestres nas regiões do 9º BPM e 16º BPM.

A mobilização para baixar a criminalidade começou no início da semana. Foram trocados os comandos de 24 unidades da PM, sendo 19 operacionais. "Os dados são de janeiro. A cada trimestre dá para avaliar com mais tranqüilidade esse desempenho", disse Cabral.

O Dia
O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.