inclusão de arquivo javascript

 
 

Jovem paraibano de 21 anos tem 2,3 m de altura

10 de janeiro de 2007 07h40 atualizado às 08h59

Jovem paraibano de 2,3 m vive na zona rural de Assunção . Foto: Michelle Souza/Especial para Terra

Jovem paraibano de 2,3 m vive na zona rural de Assunção
Foto: Michelle Souza/Especial para Terra

Joelisson Fernandes da Silva, um jovem paraibano de 21 anos, tem quase 2,3 m de altura e deve ser registrado em breve no Guiness Book, em uma tentativa de provar que é o homem mais alto do Brasil. O jovem vive na zona rural do município de Assunção e foi apresentado aos demais paraibanos pela imprensa através da ação de um comerciante que achou a estatura dele algo raro e ficou penalizado com as dificuldades enfrentadas pela família.

» Veja mais fotos
» Homem mais alto do mundo salva golfinhos
» Homem mais alto do mundo procura namorada

Joelisson vive no sítio Cajazeiras, zona rural de Assunção, no Cariri paraibano. A família de cinco filhos é sustentada pelo agricultor José Balduíno da Silva. A mãe Divanilda Fernandes da Silva conta que começou a perceber que ele era diferente a partir dos nove anos.

O jovem ganhou o apelido de Ninão e, com vergonha das brincadeiras dos colegas, só estudou até a quarta série primária. Gosta de jogar sinuca e futebol e confessa que nunca teve uma namorada pro causa da altura. "Hoje, penso em fazer algum curso", diz ele, falando que acha bom ser grande, exceto pelo fato de chamar muita atenção.

Viagem
Na primeira visita que fez a João Pessoa, Joelisson conheceu a praia e chegou a molhar os pés, tamanho 58, nas águas do mar. "Achei bonito", comentou com a simplicidade das pessoas do campo. A partir das entrevistas que deu, conseguiu a doação de uma cama no seu tamanho e também de sapatos especiais de uma fábrica.

Em João Pessoa, chamou a atenção por onde passou e na casa da aposentada Maria da Penha Melo, onde ficou hospedado, a movimentação de curiosos foi muito grande. "Ele dormia em casa juntando uma cama e um sofá. Só tem duas roupas e é muito tímido", revela a anfitriã.

Exames
A família contou que Joelisson nunca teve oportunidade de fazer exames complexos para saber se o seu crescimento é normal ou não. Ele sente dores nas costas e nos pés ao caminhar e diz que sua maior dificuldade hoje é o transporte.

O comerciante Albert Einstein, que descobriu e divulgou a existência do paraibano gigante, disse que vai inscrevê-lo no Guiness Book. "Já pesquisei na Internet e vi que o homem mais alto do Brasil tem 2,23m. Deve ser aquele que faz a propaganda na televisão", questionou.

Redação Terra