inclusão de arquivo javascript

 
 

Acidente mata ex-goverador do Acre Joaquim Macedo

29 de setembro de 2006 00h15

O ex-governador do Acre, Joaquim Macedo, morreu por volta das 14h desta quinta-feira na Unidade de Tratamento Intensivo da Fundação Hospitalar do Acre. Macedo foi vítima de traumatismo crânio-encefálico e insuficiência múltipla dos órgãos, provocado pela pancada na cabeça quando de sua queda no calçadão da Gameleira, após ser atropelado por uma bicicleta na manhã de terça-feira.

A burocracia de praxe para a liberação do corpo do ex-governador foi evitada e, logo em seguida, foi autorizada a presença da equipe funerária, que preparou o cadáver para visitação pública. Joaquim Macedo foi deputado estadual e federal. Em 1978, foi indicado pelo governo militar para ser governador do Acre, assumindo o cargo em 15 de março de 1979, permanecendo até 15 de março de 1983.

Várias obras de largo alcance social foram executadas em sua gestão, com destaque para saneamento básico e energia elétrica. Ele adotou como slogan de governo: "Dinamismo, Trabalho e Progresso". No fim de sua gestão, Macedo sofreu grandes desgastes políticos e não conseguiu eleger seu sucessor. O candidato da situação, então senador Jorge Kalume (Arena - hoje PP), perdeu para o deputado federal Nabor Junior (MDB, que, mais tarde, passaria a se chamar de PMDB.

Acidente
Quem mora no Segundo Distrito de Rio Branco, mais precisamente nas imediações do Calçadão da Gameleira, conta que o ex-governador costumava tomar sol e passear pelo local, onde conversava com antigos amigos, ex-assessores de seu governo. "Ele levava uma vida simples, apesar de ter governado nosso Estado", conta um morador do bairro Quinze. Na manhã de terça-feira, ao cruzar a Avenida Senador Eduardo Assmar, foi atropelado por um ciclista, caiu sobre o asfalto e sofreu traumatismo craniano. O ex-governador foi atendido pelos para-médicos do Samur, levado ao Pronto Socorro e depois transferido para a Fundhacre. Macedo teve problemas encefálicos, crise renal e falência múltipla de outros órgãos.

Luto oficial
O governador Jorge Viana, sobrinho de Joaquim Macedo, decretou ontem luto oficial por três dias em todo o Estado pela morte do ex-governador. Toda a genda política do governador está suspensa por tempo indeterminado. O velório do ex-governador está sendo no Palácio Rio Branco e será aberto à visitação pública. O sepultamento está previsto para a tarde desta sexta-feira.

Redação Terra