0

Na Colômbia, Patriota diz que acordo com Farc é 'passo importante'

6 nov 2012
08h22
atualizado às 09h00

Em visita a Bogotá, capital colombiana, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, reiterou na última segunda-feira que Brasil respalda a busca por um acordo de paz entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colõmbia (Farc) e o governo do presidente Juan Manuel Santos. Segundo ele, a busca pelo acordo é um "passo importante" e defendeu o apoio da comunidade internacional às negociações.

Patriota se reuniu ontem com a ministra das Relações Exteriores da Colômbia, María Ángela Holguín. Na conversa, o chanceler brasileiro acrescentou que "na medida em que a Colômbia considere útil, estamos à disposição para contribuir". "Atualmente, a América do Sul faz grandes transformações para criar um ambiente de paz", completou. Ele disse ainda que as negociações em curso em busca da paz consolidam "a imagem da América do Sul".

"Nossas sociedades rechaçam a violência de onde vier", ressaltou Patriota, que se reuniu também com o comissário de paz encarregado de conduzir as negociações, Sergio Jaramillo. Representantes das Farc e do governo Santos estão em Cuba para reuniões técnicas. As discussões envolvem o acesso a terra por parte dos guerrilheiros, a distribuição mais equitativa das propriedades, a garantia de direitos políticos para os guerrilheiros e os termos para o fim do conflito armado e o combate ao narcotráfico.

No próximo dia 15, em Havana, capital cubana, haverá outra reunião. Autoridades de Cuba, da Venezuela, do Chile e da Noruega fazem a mediação do processo.

Com informações da emissora multiestatal de televisão Telesur.

Agência Brasil Agência Brasil
publicidade