0

MST desocupa fazenda em que houve conflito em PE

4 mar 2009
22h10

Cerca de 80 famílias de trabalhadores rurais sem terra que ocupavam a fazenda Jabuticaba, localizada em São Joaquim do Monte, interior de Pernambuco, desocuparam pacificamente o local na tarde desta quarta-feira, segundo a Ouvidoria Agrária Nacional.

No dia 21 de fevereiro , a fazenda Jabuticaba foi cenário de um conflito entre trabalhadores rurais e seguranças da propriedade. Quatro funcionários da fazenda morreram no conflito.

Conforme o acordo, a coordenação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) se comprometeu em organizar a retirada das famílias da fazenda, que deve ser medida pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Segundo a ouvidoria, o tamanho da propriedade é informação essencial para ajudar na avaliação se a Fazenda Jabuticaba poderia ou não ser destinada à reforma agrária.

O superintendente do Incra/PE, Abelardo Sandes Siqueira, adiantou que, além da medição da Fazenda Jabuticaba, o Instituto irá procurar novas terras para o assentamento de famílias na região de São Joaquim do Monte.

A desocupação da área fez parte de um acordo mediado na terça-feira pela Ouvidoria Agrária Nacional. O processo foi acompanhado pelo ouvidor agrário nacional, Gercino da Silva Filho, e pelo promotor agrário de Pernambuco, Edson Guerra.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade