0

Morre homem agredido em Parada Gay de SP

17 jun 2009
19h01
atualizado em 19/6/2009 às 11h03

A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo confirmou no início da noite desta quarta-feira a morte do homem de 35 anos internado após ser agredido na Parada Gay, no último domingo, em São Paulo. Os órgãos não poderão ser doados, já que a morte ocorreu por falência de múltiplos órgãos.

Ele estava internado com traumatismo craniano e o estado de saúde era considerado muito grave, segundo o hospital. Outras 44 pessoas foram internadas no local, vítimas de agressões e de uma explosão de uma bomba caseira na esquina da rua Vitória com a avenida Vieira de Carvalho, no Largo do Arouche, no centro de São Paulo, após o evento.

A investigação do caso está sendo feita pelo 3º Distrito Policial de São Paulo. A polícia trabalha com as hipóteses de roubo, já que o celular da vítima foi levado, e intolerância. As imagens das agressões foram apresentadas aos pais do homem, mas eles não reconheceram os suspeitos.

Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade