0

Morre em BH o acadêmico da ABL padre Ávila

6 nov 2010
16h51
atualizado às 17h08

Morreu neste sábado, em Belo Horizonte, o acadêmico e padre Fernando Bastos de Ávila. Sexto ocupante da cadeira número 15 da Academia Brasileira de Letras, Ávila tinha 92 anos e estava com câncer. O carioca foi eleito para ocupar cadeira na ABL há 13 anos, sendo sucessor de D. Marcos Barbosa, e já ocupou o cargo de reitor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

O enterro estava marcado para as 16h deste sábado, no Cemitério Bosque da Esperança, na Zona Norte de Belo Horizonte. A ABL terá luto de três dias e a bandeira será hasteada a meio mastro, a pedido do presidente da Academia, Marcos Vinicios Vilaça. Villaça soltou uma nota neste sábado no qual afirma que Ávila "soube ser fiel ao espírito dos ensinamentos da Companhia de Jesus". "Enquanto teve condições, foi um confrade de grande assiduidade, uma presença muito importante na defesa da Doutrina Social da Igreja", afirmou.

A Academia Brasileira de Letras realizará a "sessão de saudade" na próxima quinta-feira (11), e ao final irá declarar vaga a cadeira nº15.

Nascido em Copacabana, em 17 de março de 1918, padre Ávila ingressou na Escola Apostólica dos Padres Jesuítas em 1930, onde se preparou para ingressar no noviciado da Companhia de Jesus - na qual entrou 5 anos depois. O acadêmico teve sua formação jesuítica regulamentada pela Ratio Studiorum.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade