0

Malafaia pede boicote a "O Boticário" após anúncio com gays

Pastor diz que faz parte de uma "maioria" e que tem o "direito de preservar macho e fêmea"

2 jun 2015
20h36
atualizado às 20h54
  • separator
  • comentários

O pastor Silas Malafaia publicou nesta terça-feira um vídeo no qual convoca os brasileiros a promoverem um boicote contra a marca de cosméticos O Boticário. A empresa se viu no meio de uma polêmica desde que começou a veicular na TV um comercial no qual vários casais – incluindo casais gays – trocam presentes entre si, para o Dia dos Namorados.

"Tenho o direito de preservar macho e fêmea", diz Malafaia

No vídeo, Malafaia diz que “homossexualismo é comportamento, e não condição”. “Eu tenho o direito de preservar macho e fêmea, porque essa é a história da civilização humana. E tenho o direito, no estado democrático, de fazer campanha contra qualquer um que venha levantar isso, tentando colocar um novo paradigma na sociedade”, diz.

Siga o Terra Notícias no Twitter

O pastor afirma que se sente no direito de “conclamar” o boicote por fazer parte de uma “maioria”. Para ele, o anúncio da Boticário “é uma tentativa de querer ensinar crianças e jovens o homossexualismo”.

“Então eu quero conclamar – porque nós somos a maioria – as pessoas de bem que não concordam com essa promoção de homossexualismo, através de propaganda, de televisão e de revista, para boicotarem os produtos dessas empresas, como agora o Boticário”, diz Malafaia. “Vai vender perfume para gay”, provoca.

Campanha para o Dia dos Namorados gera reação homofóbica

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade