0

Jornal: espionagem americana manteve equipe para coleta de dados em Brasília

8 jul 2013
06h47
atualizado às 15h43
  • separator
  • comentários

Uma das estações de espionagem utilizadas por agentes da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês), em parceria com a Agência Central de Inteligência (CIA) funcionou em Brasília, pelo menos até 2002, segundo informações do jornal O Globo. Documentos da própria NSA comprovam que a capital federal fez parte da rede de 16 bases dessa agência dedicadas a um programa de coletas de informações via satélites de outros países. Outros documentos apontam que escritórios da Embaixada do Brasil em Washington e da missão brasileira nas Nações Unidas, em Nova York, teriam sido alvos da agência. Mas essa informação não foi confirmada.

Os documentos da NSA foram divulgados por Edward Snowden, técnico em redes de computação e ex-funcionário da CIA. Documentos vazados por Snowden indicam que a NSA espionou telefonemas e correspondência eletrônica de pessoas que moram ou que passaram pelo Brasil, assim como empresas instaladas no País. Apesar da imprecisão dos números, dados indicam que em janeiro do ano passado, por exemplo, o Brasil teve 2,3 bilhões de telefonemas e mensagens espionados.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade