inclusão de arquivo javascript

 
 

Bebê de 3 meses é internado após uso de remédio

18 de agosto de 2005 06h59 atualizado às 08h47

Um bebê de 3 meses de Campinas teve insuficiência respiratória aguda após ser medicado pelos pais com remédio vendido com o nome de "Doutorzinho". Segundo a Vigilância em Saúde (Visa), o produto não tem licença no Ministério da Saúde. O remédio é vendido em farmácia e pela Internet. A criança está na unidade de terapia intensiva do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti.

De acordo com o órgão, os pais ainda utilizaram o produto de forma inadequada, informou o EPTV. Segundo a Visa, os pais prepararam uma inalação para a criança com o remédio, que tem cheiro de cânfora. O rótulo traz indicações para uso na eliminação de calosidades.

Os órgãos de saúde do município, do Estado e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tentam localizar a empresa responsável pela comercialização.

Redação Terra