inclusão de arquivo javascript

 
 

Empresa de filho de Lula ganhou R$ 5 mi da Telemar

09 de julho de 2005 06h56 atualizado às 07h32

A produtora Gamecorp, que possui em seu quadro de sócios Fábio Luis Lula da Silva, filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu, em janeiro passado, investimento de R$ 5 milhões da empresa de telefonia Telemar. O dinheiro aplicado rendeu à Telemar 35% das ações da produtora e exclusividade sobre o conteúdo elaborado pela Gamecorp - programas de TV a respeito de videogames, atualmente veiculados pelas emissoras Bandeirantes e Mix TV.

  • Assessor de irmão de Genoino é preso com R$ 440 mil
  • Tudo sobre a crise no governo
  • Fórum: opine sobre a crise no governo

    O investimento corresponde quase à totalidade do capital social da produtora, que é de R$ 5,2 milhões, e ocorreu por meio de negociações intermediadas pela consultora DBO Trevisan, de Antoninho Marmo Trevisan, amigo pessoal do presidente Lula e integrante do Conselho de Ética Pública da Presidência da República.

    Um dos sócios da Trevisan, Richard Dubois, refuta a hipótese de Fábio Luis ter sido beneficiado no negócio por ser filho do presidente Lula. De acordo com Dubois, as tratativas envolveram um acordo de "confidencialidade", ou seja, foi vedado à Telemar conhecer quem receberia o dinheiro até que se fizesse a proposta. Richard Dubois explicou que a operadora de telefonia teve conhecimento apenas do projeto, o qual também teria sido apresentado a outras empresas.

    A própria Telemar emitiu nota sobre o caso nesta sexta-feira, garantindo que o contrato é de seu interesse, em especial na área de telefonia celular, na qual detém a marca Oi. A empresa informa que já investiu mais de R$ 50 milhões em projetos de provimento de conteúdo a usuários.

  • Redação Terra