inclusão de arquivo javascript

 
 

Dilma exonera outro auxiliar ligado a José Dirceu

05 de julho de 2005 06h53 atualizado às 07h47

Mais um dos auxiliares que acompanham o presidente Luiz Inácio Lula da Silva há anos deixou o Planalto: o subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República, José Antonio Dias Toffoli, informou o jornal O Estado de S.Paulo. "Saio com orgulho do trabalho que desenvolvi na Casa Civil e acreditando muito neste governo", disse Toffoli ao Estado.

  • Tudo sobre a crise no governo
  • Fórum: opine sobre as declarações de Genoino

    Ele assegurou que o afastamento não afeta sua relação com o presidente e a decisão tinha sido tomada há mais de um ano, quando resolveu que reabriria seu escritório de advocacia. "Isso não tem nada a ver com o momento político", acrescentou, numa referência à atual crise política.

    Até ontem não estava definido o nome do sucessor de Toffoli. Segundo o jornal, existem especulações em torno dos nomes de Denise Abreu, que integrava a equipe de Toffoli na Casa Civil; e de Denise Maria Ayres, convidada pela ministra Dilma Rousseff a permanecer na Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil.

    A exoneração, a pedido, de Toffoli, não foi a única assinada por Dilma Rousseff desde que assumiu a Casa Civil, há duas semanas. Aos poucos, ela está fazendo as mudanças que deseja e impondo seu ritmo de trabalho no quarto andar do Planalto.

  • Redação Terra