inclusão de arquivo javascript

 
 

Lula usa termos "pejorativos" vetados por cartilha

06 de maio de 2005 05h57 atualizado às 05h57

A polêmica cartilha do "Politicamente Correto", elaborada pelo governo federal para recomendar às pessoas que evitem termos "pejorativos" como "negro", "palhaço" e "burro", aparentemente não tem recebido muita atenção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula tem utilizado em seus discursos várias palavras e expressões desaconselhadas pelo guia, tais como "louco" e "peão", consideradas preconceituosas pelo documento, recentemente enviado para revisão pelo secretário especial de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, face às repercussões negativas do texto.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a cartilha foi analisada preliminarmente nesta quinta-feira pelo Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos, o qual considerou o tema "relevante", mas ainda carente de discussões.

O governo chegou a iniciar a distribuição da tiragem inicial de 5 mil exemplares, mas suspendeu a entrega até que o assunto seja amplamente discutido no comitê.

A resistência ao documento se dá porque a grande maioria dos termos não-recomendados faz parte do cotidiano da população, inclusive do vocabulário do presidente Lula em suas intervenções oficiais.

A Secretaria de Direitos Humanos esclarece que o documento pretende estimular o debate sobre o uso dos termos, porém não tem caráter de censura.

Redação Terra