inclusão de arquivo javascript

 
 

Abdelmassih perde título de cidadão paulistano

02 de setembro de 2009 18h34 atualizado às 18h57

O médico Roger Abdelmassih sai do Instituto Médico Legal (IML). Foto: Ale Cabral/Futura Press

O médico Roger Abdelmassih sai do Instituto Médico Legal (IML)
Foto: Ale Cabral/Futura Press

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira, em sessão extraordinária, a retirada do título de Cidadão Paulistano ao médico Roger Abdelmassih, concedido em 2002. Conhecido como "médico das celebridades", ele está preso desde 17 de agosto acusado estuprar dezenas de clientes em sua clínica de fertilização.

A retirada do título foi o segundo projeto apreciado hoje e foi aprovado simbolicamente, sem manifestação nominal. Nenhum vereador votou contra. A decisão dos vereadores deve ser publicada amanhã no Diário Oficial.

Famoso especialista em reprodução assistida, Abdelmassih foi denunciado por crimes de estupro praticados contra mais de 50 mulheres que dizem ter sido suas pacientes. Ele nega as acusações.

A denúncia do Ministério Público de São Paulo foi aceita pelo juiz Bruno Paes Stranforini, da 16ª Vara Criminal da Capital, que também decretou a prisão preventiva do médico.

Redação Terra