inclusão de arquivo javascript

 
 

Padre é denunciado por exploração sexual na BA

19 de agosto de 2009 18h59

Ex-secretário de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia, o padre Clodoveo Piazza foi denunciado pelo Ministério Público baiano por suspeita de submeter crianças e adolescentes à exploração sexual. Marcos de Paiva Silva, ex-diretor-executivo da Organização de Auxílio Fraterno (OAF), entidade da qual o padre foi presidente, também foi denunciado.

Segundo o MP, entre 2000 e 2008, os denunciados teriam submetido diversos abrigados da organização, menores de 18 anos, à exploração sexual. De acordo com depoimento de ex-internos, os homens teriam prometido recompensas e dinheiro. A OAF é uma entidade não-governamental que oferece abrigo a crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social.

Se condenados, o padre e o ex-diretor podem pegar de quatro a dez anos de prisão. A denúncia foi encaminhada para a Vara Especializada Criminal da Infância e Juventude.

Redação Terra