inclusão de arquivo javascript

 
 

Menor é morto em operação policial no Rio

13 de agosto de 2009 12h08 atualizado às 13h31

Anderson Ramos

Direto do Rio de Janeiro

Cerca de cem policiais civis iniciaram na manhã desta quinta-feira uma operação para combater o tráfico de drogas e efetuar prisões nas favelas da Coreia, Taquaral e Vila Aliança, nos Bairros de Senador Camará e Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. Houve troca de tiros e dois menores de idade foram baleados. Ambos foram encaminhados para o Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, e um deles não resistiu aos ferimentos e morreu.

Houve protestos por parte de moradores na favela do Taquaral, onde o jovem foi morto, que contestaram a alegação dos policiais de que ele teria envolvimento com o tráfico de drogas na região. Na manifestação, uma tia do garoto desmaiou. Os manifestantes chegaram a arremessar pedras em direção a jornalistas que trabalhavam no local. Durante a confusão, homens armados teriam fugido a bordo de um veículo. O helicóptero da polícia efetuou disparos para tentar conter a fuga.

O menor morto foi identificado como Fábio do Nascimento Duarte, 16 anos. Ele saiu de uma instituição penal para menores no dia 30 de julho, após ser apreendido por roubo, no bairro de Bangu.

De acordo com o delegado Marcos Vinícius Braga, titular da Delegacia de Combate às Drogas (Decod) e coordenador da operação, o menor atirou contra a polícia. "A polícia não está aqui para matar ninguém, mas também não está para morrer", afirmou.

Ainda segundo o delegado, a finalidade da operação era descobrir um paiol de armas do traficante Márcio José da Silva Pereira, conhecido como "Matemático", um dos traficantes mais procurados do Rio de Janeiro. Quatro suspeitos foram detidos e um preso. Foram apreendidas na ação quantidades ainda não contabilizadas de maconha, cocaína e crack, além de armamentos e uma viatura clonada da polícia civil.

Especial para Terra