inclusão de arquivo javascript

 
 

Bope prende 4 em ação de busca por 'cemitério do tráfico'

07 de agosto de 2009 07h16 atualizado às 15h16

Anderson Ramos

Direto do Rio de Janeiro


Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prenderam quatro pessoas na manhã desta sexta-feira, em uma operação na favela da Rocinha, no bairro de São Conrado, zona sul do Rio de Janeiro. A ação foi concentrada na parte alta do morro, numa região de mata fechada, onde tentam localizar um suposto cemitério clandestino que seria utilizado por traficantes.

Cerca de 100 policiais do Bope e do 23º Batalhão da Polícia Militar (Leblon) ocuparam vários acessos à Rocinha nesta manhã. A estrada da Gávea, que dá acesso à favela, foi fechada por alguns minutos no início da operação. Houve tiroteio, mas, até as 9h, não havia informações sobre feridos.

Uma equipe de policiais entrou na favela pela mata, enquanto os demais homens chegavam ao morro com o apoio de dois helicópteros e dois veículos blindados, conhecidos como caveirões. O comércio foi parcialmente fechado na região e os cerca de 500 operários das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) não trabalharam hoje na favela.

A polícia ainda apreendeu 500 kg de maconha, cocaína ainda não contabilizada e uma espada ninja, que, de acordo com os policiais, é usada para tortura. Um dos três presos é um argentino que teria envolvimento com o tráfico de drogas.

Redação Terra