inclusão de arquivo javascript

 
 

RS tem mais 5 mortes por gripe; total no País vai a 34

23 de julho de 2009 20h48 atualizado às 21h40

Casal usa máscaras de proteção contra o vírus da gripe suína enquanto aguarda atendimento no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Rio de Janeiro. Foto: AFP

Casal usa máscaras de proteção contra o vírus da gripe suína enquanto aguarda atendimento no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Rio de Janeiro
Foto: AFP

O Ministério da Saúde informou, em nota divulgada nesta quinta-feira, que subiu para 34 o número de mortes confirmadas no Brasil. Destas, 16 são no Rio Grande do Sul, 12 em São Paulo, cinco no Rio de Janeiro e uma no Paraná.

» Veja que cuidados tomar com a gripe suína
» Governo: aluno com sintoma deve faltar à aula
» Rio tem mais 4 mortes; total no País vai a 29
» Bebê é 12ª vítima fatal da gripe em SP

Os novos óbitos foram confirmados no Rio Grande do Sul, onde, até quarta-feira, registrava 11 mortes. De acordo com a análise epidemiológica realizada até 22 de julho, a taxa de mortalidade no Brasil é de 0,18 para cada 100 mil habitantes.

O Ministério da Saúde informou que de 25 de abril a 18 de julho foram notificados 8.328 casos suspeitos no País, com maior concentração nas regiões Sul e Sudeste. Desse total, 1.566 (18,8%) foram confirmados para a gripe suína e 528 (6,34%) para a gripe comum.

De acordo com o órgão, 17% dos casos confirmados por gripe comum apresentaram dificuldade respiratória moderada ou grave, compatível com a definição de síndrome respiratória aguda grave. Até o momento, 14,2% de pacientes infectados pelo vírus H1N1 apresentaram o quadro clínico.

A análise dos casos confirmados de síndrome respiratória aguda grave indica que esse quadro é mais freqüente em mulheres (55,72%). A faixa etária com mais infectados com o vírus H1N1 e o da gripe comum é a de 20 a 49 anos, com mais de 60% dos casos, afirmou o ministério.

Redação Terra