inclusão de arquivo javascript

 
 

Passeata lembrará 1 ano de sumiço de engenheira no Rio

05 de junho de 2009 19h40 atualizado às 19h48

Familiares e amigos da engenheira Patrícia Franco, desaparecida após um suposto acidente de carro no dia 14 de junho de 2008, farão uma passeata neste domingo na avenida Sernambetiba, na Barra da Tijuca, zona sul do Rio de Janeiro.

Patrícia desapareceu no dia 14 de junho, quando voltava de um show na Urca. O carro dela foi encontrado no Canal de Marapendi, Barra da Tijuca. Inicialmente, a polícia divulgou que o veículo teria se desgovernado e ela sumido no canal. Porém, o irmão de Patrícia descobriu buracos de balas no automóvel depois que ele foi periciado.

Nesta quinta-feira, houve uma reconstituição do caso. Os policiais acreditam que o carro da engenheira estava, no máximo, a 120 km/h e consideram improvável que ela tenha sido jogada para fora do veículo durante a queda. De acordo com a polícia, oito PMs são investigados pela morte de Patrícia.

O protesto terá início próximo ao Posto 3, onde haverá uma parada para que o pai da engenheira convide o Secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, a participar da passeata e unir forças para ajudar a solucionar o caso.

Em seguida, haverá um minuto de silêncio em frente ao Hotel Windsor em respeito às vítimas, familiares e amigos dos passageiros do acidente do Vôo AF 447.

Do Quebra-Mar as pessoas seguirão para a "Barrinha", local do suposto acidente, onde haverá uma corrente. Também serão distribuídos bandeiras e panfletos. Todos que quiserem participar devem usar camisa branca, segundo os organizadores.

O Dia
O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.