inclusão de arquivo javascript

 
 

Médico é cassado no RS por prótese peniana desnecessária

24 de abril de 2009 08h31

O médico Bayard Fischer Santos teve cassado o exercício profissional na quinta-feira pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) após perder, na quarta, um recurso movido no Conselho Federal de Medicina. Segundo o Cremers, Santos implantou uma prótese peniana em um jovem de 22 anos sem necessidade e precipitadamente.

Em nota, o conselho regional afirmou que o médico foi imprudente, negligente e não possuía comprovantes de exames pré-operatórios indicados para a realização do procedimento. Ainda de acordo com o comunicado, a cirurgia levou a um quadro de iatrogenia, complicações causadas pela má conduta do especialista.

Redação Terra