inclusão de arquivo javascript

 
 

Deputado quer passagem para familiar que estiver de aniversário

23 de abril de 2009 02h57 atualizado às 03h00

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) se posicionou contra as restrições no uso da cota de passagens dos parlamentares que foram apresentadas nessa quarta-feira. Conforme ficou acordado pela Mesa Diretora da Câmara, os bilhetes aéreos serão de uso restrito dos políticos. "No aniversário dos familiares precisamos tê-los aqui, ou vamos acabar ficando nos Estados", ameaçou Barros.

Também ficou decidido que quando assessores precisarem viajar para representar o deputado em algum lugar do País, uma comunicação oficial deverá ser feita para a terceira secretaria que irá autorizar ou não a emissão da passagem custeada pela Casa. Outra medida é a divulgação desses gastos na internet.

O deputado Sílvio Costa (PMN-PE) também protestou contra as restrições. "É preciso acabar com esse teatro da hipocrisia. A maioria dos parlamentares desta Casa é casado. Então, agora, só quem pode ser candidato a deputado é o solteiro? As mulheres dos deputados não podem vir a Brasília? Os filhos dos deputados não podem vir a Brasília? Que onda é essa? Onde é que foram buscar essa lei? Que decisão esdrúxula é essa?", perguntou.

Com informações do JB

Redação Terra