inclusão de arquivo javascript

 
 

Provável coordenador de campanha indica meditação a Dilma

22 de fevereiro de 2009 12h10

Juliana Jaeger

Direto do Recife

O ex-prefeito do Recife João Paulo (PT), cotado como futuro coordenador de campanha da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, indicou sessões de meditação transcendental para a presidenciável, para "reduzir o estresse".

"Sem sombra de dúvida, ela vai estar em bem mais condições (para a campanha) a partir da meditação transcendental", afirmou João Paulo, que confirma a candidatura da ministra e acredita em uma vitória de Dilma no primeiro turno das eleições para a Presidência da República em 2010.

Adepto da prática, João Paulo afirmou que Dilma fez um curso na linha do guru Maharishi Mahseh Yogi, que ficou conhecido por meditar com os Beatles. "Em qualquer atividade da vida, você precisa de uma técnica para reduzir o estresse. Mas acho que na política isso é bem mais acentuado, porque joga com muitas forças, muitos interesses", afirmou.

Apesar de indicar as sessões de meditação e relaxamento a Dilma, João Paulo acredita que a vitória será "folgada". Isso, no entanto, se a articulação com o PMDB render bons frutos.

"O tamanho da diferença vai ser definido pela participação do PMDB ou não. Se ele estiver dentro, a vitória será mais folgada. Mas o cenário, para mim, será de ganhar no primeiro turno."

O papel de João Paulo na campanha de Dilma deverá ser definido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo o ex-prefeito. Entre as opções, está colocá-lo como coordenador nacional ou deixá-lo responsável pela articulação no próprio Estado de Pernambuco.

Segundo João Paulo, o presidente Lula fez questão de tê-lo em um destes papéis pelo fato de ter feito o seu sucessor na prefeitura do Recife, com a eleição, em primeiro turno, do atual prefeito, João da Costa (PT).

Mesmo com as articulações em torno da campanha, a ministra Dilma Rousseff nega o tom eleitoreiro das viagens que tem feito. Desde sexta-feira no Recife, a ministra afirmou está na cidade para descansar, não para fazer campanha. O convite para conhecer o Carnaval de Pernambuco partiu do governador do Estado, Eduardo Campos (PSB).

Foi no camarote do governador que Dilma assistiu, no sábado, o desfile do Galo da Madrugada. A ministra, que depois do Galo foi visitar a cidade de Olinda, partiu neste domingo para descansar em uma praia pernambucana, cujo nome não quis informar.

Redação Terra