inclusão de arquivo javascript

 
 

IBGE: rede de esgoto atinge 51,3% dos domicílios

18 de setembro de 2008 10h39 atualizado às 10h50

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que o número de residências atendidas por rede coletora de esgoto chegou a 51,3% no País. o Número aumentou 2,8 pontos percentuais entre 2006 e 2007.

» IBGE: renda média melhora no País
» População jovem caiu 0,7% em um ano
» Opine sobre os resultados do Pnad 2007

Na região Norte, a quantidade de domicílios ligados à rede de esgoto mais que dobrou de 2006 para 2007, passando de 186 mil para 381 mil. Mesmo assim, a região continuou com a menor parcela do País (9,8%). O Nordeste, mesmo apresentando a maior redução no número de domicílios sem acesso à rede de esgoto (menos 693 mil, ou queda de 6,6 pontos percentuais), permaneceu com o maior número de domicílios nesta condição (6,405 milhões).

Em 2007, o Sudeste tinha 19,961 milhões de domicílios ligados à rede coletora (contra 18,834 milhões no ano anterior) e manteve-se como a única região a apresentar um percentual (79,4%) superior ao do Brasil.

Também aumentou o percentual de domicílios atendidos por rede geral de abastecimento de água e que contam com o serviço de coleta de lixo. O abastecimento de água cresceu 0,1 ponto percentual (ou mais 1,498 milhão de unidades) em relação a 2006. Já a coleta de lixo teve crescimento de 0,9 ponto percentual em relação ao ano anterior, e passou a atingir 87,5% dos domicílios.

Redação Terra