inclusão de arquivo javascript

 
 

Morte de bebês: governo do PA quer novo hospital

07 de agosto de 2008 23h05 atualizado em 08 de agosto de 2008 às 00h47

A governadora paraense, Ana Júlia Carepa, aproveitou a passagem por Brasília ontem para tentar obter do Ministério da Saúde recursos para a construção de um novo hospital na capital de seu Estado. Segundo a governadora, o novo hospital abrigaria a Santa Casa de Misericórdia, onde morreram 253 bebês, entre janeiro e junho deste ano. Para ela, a construção de um novo hospital é a forma de evitar novos casos como as mortes ocorridas no setor neonatal da Santa Casa de Belém.

"Apresentamos um projeto básico e já há um compromisso entre o ministro da Saúde (José Gomes Temporão), o governo estadual e o deputado federal Zequinha Marinho (PSC) de buscarmos alocar recursos no Orçamento (da União) para garantir a construção desse hospital".

"A situação em que muitas criança chegam ali muitas vezes extrapola os poderes dos profissionais e dos equipamentos existentes. A solução é termos um novo hospital", disse a governadora.

Segundo a secretária de Governo, Ana Cláudia Cardoso, que acompanhava Ana Júlia, com a construção do novo prédio, o atual hospital passaria a servir exclusivamente como instituição de ensino. A estimativa do governo é que o projeto, entre obras e equipamentos, exija cerca de R$ 70 milhões e que demore entre dois e três anos para ser concluído. "Temos que preparar um projeto mais detalhado. A partir daí, para começar a obra, precisaremos da alocação de recursos".

A governadora também esteve no Banco do Brasil, onde tratou, entre outros temas, da possibilidade da instituição instalar em Belém um centro cultural como os existentes em outras capitais do País.

Agência Brasil